Conheça a ilha de Santorini que foi um antigo vulcão e origem da lenda de Atlântida

Autor: Tony Ueno

20.12.2014

Considerada a região mais charmosa da Grécia, a ilha de Santorini se transformou no símbolo da área insular do país. Famosa por suas casinhas brancas debruçadas sobre o oceano, o local é na verdade um grande vulcão que se formou há milhares de anos. Localizada no mar Egeu e a menos de 120 quilômetros ao sul da ilha de Creta, Santorini virou um dos principais destinos dos cruzeiros que passam pela região. Diariamente, milhares de turistas desembarcam dos navios e enchem as ruas da pacata vila.

São 73 km² e 15,5 mil habitantes distribuídos em pequenas vilas ao longo da ilha rochosa. Fira que é a capital e principal vilarejo local possui a melhor infraestrutura da região, porém o mais famoso destino turístico é a cidade de Óia. Conhecida por sua bela praia e suas casinhas brancas, a vila ganhou fama internacional por seu charme e romantismo. Contudo, quem for para Óia deve estar preparado para gastar, pois é uma das localidades mais caras de toda a Grécia. Os preços cobrados são em média três vezes mais altos que os praticados em outras áreas do país.

Com até 300 metros de altura, os paredões da ilha foram sendo "pintados" de branco com a construção de centenas de casinhas que criam uma paisagem idílica. Acrescentando um charme ainda mais especial, diversas igrejas com as cúpulas pintadas de azul se destacam entre os casebres caiados de branco. Por ser uma região com muitos desníveis, a sugestão é conhecer as vielas passeando de burro que são o principal meio de transporte local.

Se a beleza já não fosse motivo suficiente para visitar a ilha de Santorini, a região ainda é considerada a origem de uma das mais famosas lendas da história da humanidade. Especialistas e estudiosos afirmam que a erupção que devastou a ilha há mais de 3,5 mil anos tenha sido responsável pelo tsunami que inundou a cidade de Atlântida. Se a lenda é verdadeira ou apenas uma invenção não é possível afirmar, mas ela é mais uma justificativa para conhecer esta paradisíaca ilha grega.

Vulcão de Santorini

A última grande erupção vulcânica na região foi em 1650 a.C. e originou a famosa forma de meia-lua da ilha. O que parece ser um desfiladeiro banhado pelo Mar Egeu é na realidade a borda do enorme vulcão que permanece adormecido. Com 12 quilômetros de largura por sete quilômetros de comprimento, a cratera ainda possui cerca de 400 metros de profundidade.

Fonte: UOL

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: