Telegram começa a eliminar canais de extrema-direita

O app de mensagens com foco em privacidade tornou-se uma das mais populares dos últimos tempos

17.01.2021

a Telegram tornou-se uma opção ainda mais popular entre os apreciadores de apps de mensagens privadas mas, aparentemente, o serviço criado por Pavel Durov não está disposto a permitir todo o tipo de comunidades.

O Telegram confirmou ao TechCrunch que começou a remover vários canais de movimentos de extrema-direita, justificando a decisão com incentivos a violência. “Os nossos termos de serviço proíbem expressamente apelos a violência. Nas últimas 24 horas bloqueamos dezenas de canais públicos que partilharam apelos a violência para milhares de subscritores”, adiantou o porta-voz da Telegram.

O app de mensagens tornou-se especialmente popular depois de o WhatsApp confirmar que começará a partilhar dados dos seus utilizadores com o Facebook. A Signal foi outra app beneficiada por esta notícia, resultando em milhões de novos ‘downloads’.

Fonte: Notícias ao Minuto

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: