Reeducação alimentar: confira os três pilares do método para emagrecer

A mudança da relação com a comida é vista por especialistas como a única forma duradoura de perder peso

26.07.2020

Areeducação alimentar é, sem dúvida, a melhor receita para emagrecer com saúde, e consiste em comer alimentos saudáveis, como frutas, verduras, legumes e carnes magras e diminuir o consumo de alimentos industrializados, refrigerantes, frituras e alimentos ricos em açúcar.

O emagrecimento por meio da reeducação alimentar é o ideal porque apesar da aparente demora para emagrecer, ela ensina a comer de forma correta, diminuindo o risco do efeito sanfona, que é comum em dietas muito restritivas.

É importante que ela seja feita sob orientação do nutricionista, pois deve ser um processo gradual e levar em conta os hábitos alimentares e estilo de vida anteriores. Além disso, o profissional pode fazer uma avaliação e determinar quantos quilos devem ser perdidos para alcançar o peso ideal para a idade e altura, de forma que sejam prevenidas complicações para a saúde.

A reeducação alimentar é baseada em três pilares. Confira:

1. Beber 2 litros de água por dia

A hidratação com água é muito importante: além de não ter calorias, o líquido limpa as toxinas do corpo, facilitando a desintoxicação. O ideal é beber de 1,5 a 2 litros diariamente, mas se você tem alguma dificuldade em beber toda essa água, experimente colocar um pedacinho de gengibre ou espremer meio limão em uma garrafa de água gelada e ir bebendo vários goles durante o dia.

Uma outra possibilidade para ingerir mais líquidos é tomar chá sem açúcar. Evite suco industrializado, refrigerante ou sucos naturais com açúcar — eles fornecem energia extra, mas desidratam.

2. Comer de 3 em 3 horas

Comer a cada três horas é o ideal, porque o nível de glicose no sangue fica mais estável e você sente menos fome, além de conseguir se concentrar melhor na escola ou no trabalho.

Para conseguir comer a cada três horas deve-se consumir uma menor quantidade de alimentos em cada refeição. Se você acha que não consegue fazer lanches, experimente comer menos no café da manhã e no almoço, e se tem dificuldade em tomar o café da manhã, experimente comer menos no jantar e na ceia.

3. Reeducar o paladar

Para escolher melhor os alimentos, você deve reeducar o paladar. As saladas, sopas e legumes cozidos vão passar a ter mais sabor quando você deixar de comer alimentos industrializados cheios de aromatizantes e intensificantes de sabor.

Se não gosta de algum alimento e sabe que ele é importante por ser cheio de vitaminas e porque tem menos calorias do que um hambúrguer, por exemplo, experimente-o várias vezes. Cozinhar os legumes com uma folhinha de louro e adicionar um dente de alho esmagado nas sopas pode conferir um sabor mais agradável, facilitando a adaptação.

Experimente receitas novas e opte sempre pelos alimentos integrais, porque diminuem a fome além de regular o intestino. Deixe de comer em fast food e evite as frituras. Coma pelo menos duas frutas por dia, elas são ótimas como sobremesa.

Para que essas mudanças sejam implementadas no dia-a-dia deve fazer-se uma mudança por semana até que ela se torne um hábito que será adotado para sempre.

Fonte: Metrópoles

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: