Captação de coração, fígado, rins e córneas reúne profissionais de MS e Distrito Federal

13.01.2021

Um trabalho coletivo garantiu a famílias do Distrito Federal e São Paulo a oportunidade de fechar o ano de 2020, que foi tão complicado, com sorriso no rosto. Isso porque a equipe da Organização de Procura de Órgãos (OPO) da Santa Casa de Campo Grande realizou mais uma captação de órgãos e tecidos. Foram captados rins, coração, fígado e córneas de uma paciente que sofreu um acidente que resultou em traumatismo cranioencefálico, evoluindo ontem para morte encefálica.

O trabalho de captação dos rins foi coordenado pelo Dr. Adriano Lyrio, da Santa Casa. O coração foi captado pelo Dr. Murilo Teixeira Macedo e o fígado pelo Dr. Gabriel Oliveira Cajá, ambos vindos do Distrito Federal para a realização do procedimento.

“É sempre muito emocionante participar de um processo como esse. Doar órgãos é o mesmo que doar esperança e hoje várias famílias poderão ter uma nova oportunidade”, ressaltou a enfermeira Paolla Costa Bulher Cabrera Cavalcanti, que participou da captação e agradeceu em nome da equipe da OPO. “Nossa equipe fez todo o acompanhamento, tanto da captação, quanto da família doadora. Foi um ano importante para nosso trabalho e ficamos felizes com o resultado. Sabemos que muitas famílias sofrem, mas outras também ganham uma nova oportunidade”, complementou.

No ano de 2020, na Santa Casa de Campo Grande, foram 34 captações e foram doados 60 rins, 1 pulmão, 18 fígados e 5 corações. As córneas ficaram no Banco de Olhos da Santa Casa, já os rins direito e esquerdo foram para São Paulo em voo comercial da Gol. O coração e o fígado foram para o Distrito Federal em voo da Força Área Brasileira.

Fonte: Enfoque MS

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: