Rejeição ao governo Bolsonaro volta a bater recorde; veja os números

Agência Brasil

Com 60,17% de reprovação, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem este mês sua pior pontuação desde que o Instituto Ranking Brasil começou a consultar a avaliação dos brasileiros sobre seu maior dirigente. Apenas 37,93% o aprovam e 1,90% não sabem ou não responderam.

Em outro quadro, os que o consideram ótimo ou bom são 27,37%, enquanto para 51,00% ele é ruim ou péssimo e regular segundo 19,03%. Não sabem ou não responderam 2,60%.

Entre os dias 1º e 04 de junho o Ranking fez 3.000 entrevistas por telefone em 163 municípios, assim distribuídas: 15,06% na região Sul, 42,55% no Sudeste, 27,13% no Nordeste, 8,16% no Norte e 7,10% no Centro-Oeste. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro 2,5% para mais ou para menos. A maioria dos entrevistados é do sexo feminino (52,87%) e os homens são 47,13%.

LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO

Duas instituições da Republica também foram avaliadas neste levantamento do instituto, o Congresso Nacional e o Poder Judiciário. O Senado é ruim ou péssimo para 33%, regular para 37,43% e bom ou ótimo para 22,37%, enquanto 7,20% não sabem ou não responderam.

No caso da Câmara dos Deputados, a pontuação negativa é um pouco maior: 34,10% a classificam ruim ou péssima, 35,00% a reputam regular e 21,07% a consideram boa ou ótima – e 9,83% não souberam responder ou não responderam.

Por fim, o Supremo Tribunal Federal ficou com a menor taxa negativa de avaliação em comparação com as casas congressuais. De acordo com 31,00%, o STF é ruim ou péssimo. Em contrapartida, 25,33% o definem como ótimo ou bom e 35,57% como regular. Não responderam ou não souberam 7,30%.

Veja a pesquisa completa neste link:

BRASIL 03 – JUNHO 2021Baixar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também