Prefeitura bate meta de R$ 30 mi no Refis, diz Pedrossian Neto

11.09.2019

O secretário de Finanças, Pedro Pedrossian Neto, disse que a arrecadação do Programa de Pagamento Incentivado (PPI), conhecido como Refis, que chega ao seu prazo final nesta terça-feira (10), bateu a meta de R$ 30 milhões, que o município tinha de arrecadar em renegociações dos 195 mil contribuintes da capital.

De acordo com o secretário, as negociações bateram a meta antes mesmo de fechar o período. “Arrecadamos R$ 31 milhões durante as renegociações, e a expectativa é que até o final das negociações possamos alcançar R$ 35 milhões”, afirmou.

O secretário explica que o contribuinte ainda poderá quitar sua dívida, porém sem o desconto do Refis, que da até 90% na taxa de juros e correção monetária. “Não haverá outro programa, em 2020, provavelmente por causa do ano eleitoral, mas estamos verificando essa possibilidade”, disse.

“Dívidas antigas tem muito juros, o Refis elimina os juros e a inflação do período, e dívidas mais recentes tem uma correção monetária menor, devido a menor taxa de juros”, ressaltou Pedrossian.

Segundo a Chefe de Divisão de Coordenação do Refis, Djanira Magalhães, o programa atendeu nesses últimos dois dias cerca de cinco mil contribuintes. Sendo aproximadamente 5 mil pessoas atendidas entre segunda e terça-feira.

A contribuinte, Débora Cristina, 40 anos, disse que passou algumas horas na fila, mas elogia a iniciativa de renegociação. Já Angela Maria Ribeiro, 53 anos, tinha R$ 2,7 mil de dívida e conta que conseguiu 90% de desconto nos juros pagando a vista, “no meu caso foi ótimo, obtive 90% de desconto e agora não acumula boleto”.

Para atender ademanda do último dia de negociações, a prefeitura disponibilizou 60 funcionários que atenderam os contribuintes.

Fonte: JD1 Noticias

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: