Renovação surpreendente: Campo Grande terá 17 vereadores novatos

Apenas 12 vereadores foram reeleitos; a renovação esse ano é de 58,6%

22.11.2020

Os eleitores de Campo Grande definiram, na eleição deste domingo (16), a nova composição da Câmara Municipal para a próxima legislatura, que vai de 2020 a 2024. São 17 novos vereadores eleitos e 12 vereadores reeleitos.

A renovação é de 58,6% das cadeiras e somando 15 legendas com representantes. Os nove partidos que apoiaram o prefeito Marquinhos Trad foram os que mais tiveram eleitos. Em 2021, o Podemos e o Patriota terão representantes e o Avante perdeu todas as cadeiras.

O PSDB  foi o partido que mais perdeu ficando com apenas três vereadores: Juari Lopes, João Cesar Mattogrosso e João Rocha. Esse ano, cinco tucanos terminam mandato: enfermeira Cida, Junior Longo, Ademir Santana, Delegado Wellington, Antônio Cruz e Livio Viana.

O PSD manteve cinco vereadores, mas figuras como o líder do prefeito vereador Chiquinho Telles, enfermeiro Fritz  e Odilon Júnior perderam a reeleição. Eles deram lugar a Thiago Vargas, Roberto de Avelar e Coringa. Os vereadores reeleitos: foram Valdir Gomes e Otávio Trad.

O MDB conseguiu manter três vereadores com a reeleição de Loester Nunes e Darleng Campos. O médico Wilson Sami perdeu a cadeira para um velho conhecido da política: doutor Jamal. Ele já cumpriu mandatos anteriores na Casa de Leis. 

O DEM elegeu Silvio Pitu e o professor Riverton. O vereador Eduardo Cury ficou de fora.

Do PP, o presidente municipal e vereador Cazuza perdeu eleição dando lugar ao doutor Victor Rocha.

No Rede, sai o vereador Eduardo Romero e entra André Luis Soares da Fonseca.

O PDT, que não tinha representante, elegeu o sindicalista Marcos Tabosa.

O PSL conseguiu eleger o coronel Alírio Villasanti. O vereador Vinicius Siqueira, derrotado na eleição para prefeito, deixa a cadeira. 

O PSB reelegeu o vereador Carlão, diminuindo a representação. O vereador veterinário Francisco ficou como suplente no pleito. 

O PTB conseguiu reeleger Willian Maksoud para o cargo, assim como o Solidariedade com a reeleição de Papy.

O Patriota, que não tinha representantes, elegeu Eduardo Lopes Miranda e Sandro Trindade Benites.

O Podemos, que também não tinha representante, elegeu José Jacinto de Luna Neto, Clodoilson dos Santos Pires e Ronilço Guerreiro.

O Republicanos manteve os dois vereadores reeleitos Gilmar da Cruz e Betinho.

O PT reelegeu Ayrton Araújo e Camila Jara conseguiu a outra vaga.

Os vereadores que dão adeus a Casa de Leis são: Ademir Santana (PSDB), Delegado Wellington (PSDB), Antonio Cruz (PSDB), Lívio Viana (PSDB), Cida Amaral (PSDB), Junior Longo (PSDB), Chiquinho Telles (PSD), Fritz (PSD), Odilon de Oliveira (PSD), Wilson Sami (MDB), Veterinário Francisco (PSB), Cazuza (PP), Cury (DEM), Eduardo Romero (Rede), Jeremias Flores (Avante), André Salineiro (Avante) e Vinícius Siqueira (PSL).

 

 

Fonte: Top Mídia News

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: