Preços de brinquedos variam até R$ 405 na Capital; Confira pesquisa

Autor: GLAUCEA VACCARI

08.10.2019

Com a aproximação do Dia das Crianças, comemorado no dia 12 de outubro, o movimento no comércio especializado aumenta com os pais em busca de presentes para os filhos. No entanto, quem deseja presentear deve ficar atento e pesquisar preços antes de efetivar a compra, tendo em vista que há variação de até 426,36% no preço de um mesmo produto nos estabelecimentos de Campo Grande. É o que aponta pesquisa divulgada hoje (7) pela Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon). (Confira a pesquisa completa abaixo).

A maior variação é no preço de triciclo de passeio com haste, que custa R$ 94,99 em uma loja e R$ 499,99 em outra, diferença de R$ 405. Segunda maior diferença também é em triciclo, mas modelo motoca passeio, que custa entre R$ 79,99 e R$ 209,99, variação de 162,52% e R$ 130.

Com relação aos brinquedos para crianças um pouco maiores, pista Hot Wheels Ataque do T-Rex, na loja onde foi encontrado o menor preço, o item custa R$ 169,90, enquanto na de maior valor, ele custa R$ 399,99, variação de 135,43%. Barbie baile das princesas custa de R$ 39,99 a R$ 79,99, ou seja, em um estabelecimento o produto custa o dobro do preço praticado em outra loja.

Em compensação, há produtos que são encontrados por preços iguais ou diferenças de poucos centavos nos diversos locais onde são postos à venda, como é o caso da Baby Alive Linda Sereia (R$ 199), manopla eletrônica Disney Marvel Guerra Infinita Thanos (R$ 199), Unicórnio brilhante Dreamtopia (R$ 499), entre outros.

Orientação do Procon é que os pais ou a pessoa que for comprar presentes, pesquise os preços antes de decidir em qual lugar irá efetivar a transação.

Levantamento foi realizado no período de 24 de setembro a 1º de outubro, em oito estabelecimentos da Capital.

INJEÇÃO NA ECONOMIA

Dia das crianças deve movimentar aproximadamente R$ 132 milhões na economia de Mato Grosso do Sul, segundo pesquisa de intenção de compra, divulgada hoje pela Fecomércio e e Sebrae.

O valor médio do presente no Estado será de R$ 154,01 e os gastos com comemorações devem ser de R$ 109,58 por família, em média.

O comércio deve ter maior movimento nesta semana. 70% dos entrevistados afirmaram que preferem comprar na semana do evento e, antes de fechar a compra, devem fazer pesquisa de preço. Dinheiro e cartão de débito são a preferência da maioria para o pagamento.

Brinquedos, roupas e calçados são os itens preferidos para presentear, sendo os filhos sobrinhos e netos os mais presenteados.

Fonte: Correio do Estado

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: