Pesquisa sobre a eleição da OAB em Mato Grosso do Sul; veja os números

Ao todo foram entrevistados 700 advogados em 30 cidades do Estado
Reprodução/OAB

Se a eleição para presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) Seccional Mato Grosso do Sul fosse hoje o candidato Luis Cláudio Alves Pereira, conhecido como Bito Pereira teria ganhado com 38,43% dos votos. O levantamento feito pelo Instituto Ranking Brasil foi feito entre os dias 12 e 16 de julho.

Conforme os números, em segundo lugar, a advogada Rachel Magrini, receberia 27,14% dos votos. Em seguida aparece a advogada Giselle Marques, com 9,57% da preferência do eleitor. As eleições para sucessão do mandato de Mansour Karmouche estão previstas para a segunda quinzena de novembro.

Vale destacar que a pesquisa ainda identificou 24,86% do eleitorado ainda indeciso. Esse grupo ou não respondeu, ou disse que votará nulo ou em branco. A pesquisa também analisou o índice de rejeição dos candidatos.

Os números do Instituto Ranking Brasil mostram a advogada Giselle Marques como a mais rejeitada, com 13,2%. Em seguida, aparece Rachel Magrini com 11,57%.  Já 7,14% dos entrevistados disseram que não votariam em Bitto.

No entanto, o grupo que não votaria nos três, ou seja, que não rejeita nenhum deles, ou que pretende votar em branco ou nulo, ou que não respondeu a pesquisa, soma 68% dos entrevistados.

Instituto Ranking Brasil realizou 700 advogados(as) por telefone (CATI) em 30 municípios do Estado de MS entre os dias 12 e 16 de julho de 2021. A margem de erro é de 5% para mais ou para menos. O índice de confiança é de 95%.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também