Pesquisa: Lula e Bolsonaro polarizam preferência de eleitores na sucessão presidencial

(Foto: Reprodução/Instagram)

Se as eleições fossem hoje, dois candidatos estariam dominando a grande maioria das preferências do eleitor: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o atual chefe da Nação Jair Bolsonaro (sem partido). É o que aponta a consulta mais recente do Instituto Ranking Brasil Pesquisa, mantendo cenário semelhante ao demonstrado nos levantamentos anteriores deste ano.

O petista lidera em todos os cenários simulados pela pesquisa, mas dentro da pontuação que configura empate técnico. Na consulta espontânea, Lula aparece com 21,30% e Bolsonaro com 18,23%. Os outros possíveis rivais não ameaçam: Ciro Gomes (PDT) é o terceiro, com 1,73%.

Em seguida vêm Sérgio Moro (sem partido), 1,57%); João Dória (PSDB), 1,43%; Henrique Mandetta (DEM), 1,17%; Luciano Huck (sem partido) 1,10%; Michel Temer (MDB) 0,87%; Guilherme Boulos (Psol) 0,63%; e João Amoedo (Novo) 0,57%. Outros nomes somaram 1,40% e 50% é o percentual dos indecisos, dos que votam em branco ou vão anular o voto, dos que não responderam ou não sabem.

Já na estimulada a vantagem de Lula é maior e abre uma diferença de quase cinco pontos, que escapa aos limites do empate técnico: ele tem 32,07% contra 27,33% de Bolsonaro. Os adversários permanecem distantes: Ciro 4,33%, Moro 4,07%, Dória 3,23%, Huck 3,07%, Mandetta 2,10%, Temer 1,67%, Amoedo 1,53%, Boulos 1,17% e Marina Silva (Rede) 1,10%. Brancos, nulos, indecisos, não sabem e não responderam são 18,33%.

Num confronto direto e polarizado, Lula derrotaria Bolsonaro, com 47,07% dos votos contra 35,13%. Os indecisos, votos em branco e nulos e os que não sabem ou não responderam seriam 17,80%.

TERCEIRA VIA – O Instituto Ranking também fez simulações de disputas com a chamada terceira via, ou seja, candidaturas lançadas na tentativa de impedir que Lula e Bolsonaro polarizem as intenções de voto. Com Ciro na concorrência, o pedetista ficaria em terceiro, escolhido por 10,37% dos entrevistados, atrás de Bolsonaro (30,83%) e Lula (42,03%). Os votos em brancos e nulos, indecisos e os que não sabem ou não responderam são 16,77%.

Já com Sérgio Moro de terceira via, Lula mantém a liderança (41,13%) e Bolsonaro o segundo lugar (31,17%), mas a disputa iria para um segundo turno, graças à pontuação obtida pelo ex-juiz federal da Lava Jato: 11,50%. O bloco de indecisos, dos que votariam em branco ou anularia o voto e dos que não sabem ou não responderam representa16,20% deste cenário.

O governador paulista João Dória, com 9,33%, não iria alterar o quadro de preferências na decisão majoritária dos eleitores. Com ele na terceira via, o petista Lula chega a 43,00% e o presidente ainda sem partido a 32,07%. Os votos nulos e em branco, os indecisos, os que não sabem ou não responderam são 15,60%.

Resultados semelhantes foram desenhados na pesquisa em simulações com outras alternativas de terceira via que os eleitores teriam para quebrar a polarização entre Lula e Bolsonaro. Com Huck (8,77%), Lula tem 42,33% e Bolsonaro 33%. Com Mandetta (7,53%), Lula chega a 44,27% e Bolsonaro a 31,00%.

Com Michel Temer (7,27%) no páreo, o ex-presidente teria 43,10% e o atual 32,03%. Já com Amoedo como terceira opção, a vantagem lulista é de 44,13% contra 31,47% de Bolsonaro. Em semelhante compasso, Boulos teria 5,00% se fosse o concorrente de Lula (45,50%) e Bolsonaro (33,20%). Por fim, Marina Silva seria uma terceira via sem chances: com 4,90% de intenções de voto, ela perderia para Lula (45,83%) e Bolsonaro (33,67%).

REJEIÇÃO – O Instituto Ranking aferiu qual a candidatura mais rejeitada pelos brasileiros. Bolsonaro é o mais rejeitado, com 43,00%, seguido por Lula (31,20%). A seguir: Ciro (4,03%), Marina (3,27%), Temer (2,83%), Dória (2,10%), Moro (1,77%), Amoedo (1,53%), Huck (1,40%), Mandetta (1,27%) e Boulos (1,13%).

O levantamento foi feito entre os dias 1º e 04 de junho. O Instituto Ranking Brasil realizou 3.000 entrevistas por telefone em 163 municípios, assim distribuídas: 15,06% na região Sul, 42,55% no Sudeste, 27,13% no Nordeste, 8,16% no Norte e 7,10% no Centro-Oeste. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro 2,5% para mais ou para menos. A maioria dos entrevistados é do sexo feminino (52,87%) e os homens são 47,13%.

Veja a pesquisa completa neste link:

BRASIL 03 – JUNHO 2021Baixar

INSTITUTO RANKING BRASIL PESQUISA

Whatsapp (67) 99968-0055 – (67) 3204-0230

https://www.facebook.com/rankingpesquisa

Rua San Martin, 25, Tiradentes 79041420 – Campo Grande, MS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também