Empresários sul-coreanos voltam a Anaurilândia e assinam protocolo de incentivos

29.01.2019

Neste domingo (27), representantes da empresa sul-coreana Korea System Business (KSB), que há alguns meses, manifestou interesse em investir em Anaurilândia, com a instalação de uma usina fotovoltaica aliada a uma fábrica de placas para a produção de energia solar, esteve no município com seus empresários e engenheiros para vistoriar a área oferecida pela Prefeitura Municipal e também para assinatura de um protocolo de incentivos, que foi encaminhado pelo Governo do Estado.

A comitiva, formada por cerca de 30 pessoas e acompanhada pelo deputado estadual de São Paulo, Sebastião Santos (PRB), chegou ao município por volta das 10h, momento em que teve um encontro com moradores e também com o representante do Ministério Público (MP), o promotor de Justiça Allan Thiago Barbosa Arakaki, que acompanho toda a agenda dos empresários sul-coreanos em Anaurilândia. Neste primeiro momento, eles, por meio de um intérprete, detalharam os investimentos.

Na sequência, o grupo foi até a área oferecida pela Prefeitura Municipal, sendo que o local foi avaliado pelos engenheiros da KSB. Após isso, a comitiva foi convidada a ir até as instalações do Balneário Municipal, onde ocorreu a assinatura do protocolo de incentivos, documento que foi viabilizado pelo Governo do Estado, após reunião realizada na quinta-feira (24) entre os empresários sul-coreanos; o prefeito Edinho Takazono; o governador Reinaldo Azambuja; o deputado federal Beto Pereira; o senador Pedro Chaves e o secretário de estado de Meio Ambiente, Jaime Verruk.

O documento, já assinado pelo governador Reinaldo Azambuja, foi encaminhado para Anaurilândia, a fim de que, o representante da KSB, Jong Bok Park, e o prefeito Edinho Takazono, também o assinassem, o que foi feito neste domingo (27).

Este protocolo de intenções tem por objeto formalizar a cooperação entre o Governo Estado de Mato Grosso do Sul, a Enspire KSB Energy Co. LTD e a KSB Co. LTD, de forma a apoiar e incentivar o desenvolvimento socioeconômico sustentável, no território sul-mato-grossense, de programas voltados à produção e montagem de sistemas fotovoltaicos e à substituição de iluminação de baixa eficiência por lâmpadas LED de alta eficiência da empresa KSB.

O documento que foi assinado não constitui compromisso para que qualquer uma das partes empreste apoio a qualquer projeto ou atividade específica, tendo por principal motivação tornar público o interesse comum no bom desenvolvimento de programas direcionados ao aumento de eficiência energética por intermédio da melhoria da iluminação pública das vias públicas e dos órgãos e entidades integrantes da Administração Pública Direta e Indireta do Estado e dos municípios e da implantação de usina para geração de energia utilizando fonte solar.

Nas palavras do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, Elizeu Muchon, a perspectiva é de no mês de março, a empresa KBS apresente um projeto específico para o município de Anaurilândia, sendo que, se as negociações, de fato, se concretizarem, as obras relativas à instalação da usina fotovoltaica pode ter início ainda este ano, provavelmente entre junho e julho. “O município se propõe a disponibilizar as terras. Inicialmente seriam 105 alqueires, sendo que, em um segundo momento, seriam mais cerca de 250 alqueires, onde seriam instaladas as placas para captação e conversão da luz solar em energia”, explica Muchon.

Esta foi a terceira visita dos sul-coreanos a Anaurilândia, sendo que, a primeira agenda do membros da KSB no município ocorreu em outubro de 2018. Para o prefeito Edinho Takazono, essa terceira visita do grupo já foi um grande passo para a concretização do sonho de o município contar com uma empresa de grande porte para gerar emprego e renda para a população local.

Nas palavras dele, é preciso continuar focado no diálogo com grupo, no sentido de que os incentivos oferecidos, tanto por parte do município, como do Governo do Estado, sejam aceitos pelos investidores o negócio seja concretizado. “Estamos muito otimistas e confiantes nas negociações” explica.

Fonte: Nova News

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: