Desassoreamento do lago deve começar em junho

Autor: FÁBIO ORUÊ

15.05.2019

Termo de compromisso entre o Estado e a Prefeitura de Campo Grande será assinado nos próximos dias pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e pelo prefeito Marcos Trad (PSD), para a recuperação do lago do Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande.De acordo com a Prefeitura, as obras de recuperação devem começar na primeira quinzena de junho.

A estimativa é que sejam investidos R$ 8 milhões no desassoreamento; construção de  um piscinão no Córrego Reveillon, na esquina das avenidas Mato Grosso com Hiroshima; obras de controle de erosão e recomposição vegetal das margens do Córrego Joaquim Português; e implantação de uma comporta de regulação do nível do lago.

Coincidindo com o início do período de estiagem, ainda na primeira quinzena de junho, será iniciado o desassoreamento do lago para retirada de aproximadamente 140 mil metros cúbicos de areia, com a utilização de escavadeiras hidráulicas. Se as condições climáticas permitirem, a expectativa é que em três meses este serviço fique pronto.

Para evitar que o  lago volte a ficar assoreado, com o carreamento de areia junto com a enxurrada que desce dos bairros do entorno do Parque dos Poderes, serão executados dois projetos nos córregos Reveillon e Manoel Português, cujas águas formam o lago.

No córrego Reveilleon, a Prefeitura implantará um piscinão, inicialmente projetado para armazenagem de 22 mil metros cúbicos de água. No Manoel Português, o Estado vai executar obras de controle de erosão e replantio da vegetação nas margens. Os projetos já estão sendo contratados e a licitações devem ocorrer até dezembro de 2019.

O termo de cooperação foi decidido na última segunda-feira (13), em reunião entre o secretário Rudi Fiorese e o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico e  Agricultura Familiar, Jaime Verruck.

Fonte: Correio do Estado

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: