Governo arrecada mais de R$ 370 milhões com o IPVA à vista

Autor: Bruna Aquino

13.02.2020

A primeira e única oportunidade para pagar o Imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA) 2020 arrecadou em 31 dias um total de R$ 377 milhões aos cofres públicos do Estado. O lançamento do governo é que sejam recolhidos dos mais de 1 milhão de veículos que pagam imposto, um total de R$ 848 milhões em 2020, segundo informou o chefe da unidade de fiscalização do IPVA, Paulo Sérgio Monteiro Ferreira. 

De acordo com Monteiro, 40% dos contribuintes aproveitaram o desconto de 15% e pagaram seus carnês à vista enquanto 181.715 mil optaram por pagar o imposto de forma parcelada, o que gerou ao Estado cerca de R$ 77 milhões. “Esse índice está na dentro da nossa previsão de arrecadação de todos os anos, do valor arrecadado, 50% será destinado aos municípios que ajudará a desenvolver as políticas de governo e benefícios para atender ao cidadão de maneira geral”, disse. 

Monteiro destaca que daqui para frente os contribuintes que optaram por pagar parcelado precisam ficar atentos aos vencimentos. Se o cidadão perder o vencimento do seu boleto, precisa entrar no site da Sefaz ou procurar uma de nossas agências para emitir um novo boleto, uma vez que o boleto vencido não tem as atualizações de juros e multa referente ao valor pago a posterior”, completou. 

DÍVIDA ANTIGA 
Para quem possui dívidas antigas-até 2019-no IPVA, o contribuinte pode parcelar o valor total em 10 vezes, porém com restrições. Segundo a Sefaz, podem fazer o parcelamento o contribuinte  que não tenha nenhum parcelamento pendente ou dívida ativa. 

Em caso de dúvidas, os contribuintes que desejam se regularizar devem se dirigir pessoalmente às Agenfas em seus respectivos municípios, munidos de documentos pessoais e do veículo ou ainda procurar a Coordenadoria de Fiscalização do IPVA e do ITCD, que fica em Campo Grande, na avenida Fernando Corrêa da Costa, 858, das 7h30 às 17h30. A secretaria disponibiliza ainda os telefones (67) 3316-7513 / 7534/ 7541 para mais informações.

REFIS 

Assim como outros tributos que contém o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) como o Imposto Predial e Territorial (IPTU), por exemplo, o IPVA não tem previsão para o Refis, segundo o chefe de fiscalização. “Para esse ano não tem, é uma questão de política de governo e também passa por autorização do Confaz, então possivelmente não teremos”, concluiu.

Fonte: Correio do Estado

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: