Marcio Fernandes dá início ao maior programa de castração do Brasil

Reprodução

Liderado pelo deputado estadual Marcio Fernandes (MDB), Mato Grosso do Sul inicia neste domingo (25) o maior programa público de castração de cães e gatos do Brasil. A destinação de emendas parlamentares para Castramóvel em 2019, começa a colher os frutos pela Capital, com cães machos e fêmeas que serão operados no Portal Caiobá.

Em seu quarto mandato e sempre atuante na causa animal, o médico veterinário Marcio Fernandes já destinou Castramóvel para oito municípios, sendo que este ano são outras 10 emendas para aquisição de Castramóvel. Quatro delas devem favorecer consórcios intermunicipais, além da parceria com o Codevale, beneficiando diretamente 53 municípios, com essas parcerias Mato Grosso do Sul deve ter o maior plano de castração de cães e gatos do Brasil.

“Além das cidades que já mandamos, fiz a destinação de emendas para os consórcios Cidecol, Cidema, Cointa e Conisul, e ainda tenho parceria com o Codevale onde estou auxiliando na compra de microchips para monitoramento dos animais castrados. Também estou destinando emenda individual para sete cidades, incluindo a segunda unidade para a Capital”, ressaltou Marcio Fernandes.

Médico veterinário, Marcio Fernandes tem acompanhado pessoalmente a homologação das unidades no Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul (CRMV-MS) e também auxiliado os prefeitos em dúvidas sobre as documentações necessárias.

“Começamos amanhã o maior plano de castração gratuito do Brasil, dos 79 municípios as unidades vão atender 60 cidades, cerca de 87,94% dos municípios de Mato Grosso do Sul. Será o estado com maior cobertura de castração. Eu pretendo acompanhar a maioria das castrações, a agenda começa em Campo Grande e segue para Jardim, depois Anaurilândia, Costa Rica, Sonora, Nova Andradina e assim por diante”, afirmou Marcio Fernandes.

Cada sexta-feira terá um mutirão de castração nos municípios do Codevale, sendo 11 finais de semana atendendo em cada uma das cidades que compõem o consórcio. “Como médico veterinário sei a importância do controle sanitário para evitar a transmissão de zoonoses, cerca de 60% das doenças humanas são causadas por zoonoses e precisamos prevenir. Cães podem transmitir leishmaniose para humanos, por exemplo, e o animal abandonado na rua não tem controle, não tem vacina e pode ser um transmissor de doenças para outros animais e para humanos”, concluiu.

Serviço

A Unidade de Móvel de Castração de Cães e Gatos de Campo Grande foi adquirida pela prefeitura, após destinação de emenda parlamentar destinada por Marcio Fernandes no valor R$ 100 mil, anunciada no dia 30 de dezembro de 2019. Conforme informações da prefeitura, o investimento na unidade foi de R$ 198,3 mil, sendo R$ 98,3 mil de contrapartida da administração municipal.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) de Campo Grande, a primeira castração será realizada neste domingo, iniciando às 7h30, e os procedimentos são agendados pela Sesau. O Castramóvel estará parado na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) do bairro Portal Caiobá.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também