‘História de serviços credencia Barbosinha’, diz Riedel ao escolher candidato a vice

Reprodução

“Capacidade já demonstrada por onde passou, uma história de serviços prestados ao Estado, isso significa que essa região de Dourados e dos municípios do interior estarão muito bem representados no nosso Governo”.

A afirmação foi feita pelo candidato a governador, o biólogo Eduardo Riedel (PSDB), após a confirmação da indicação do nome do deputado estadual, o advogado e professor Barbosinha (PP), para ser o candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo ex-secretário estadual de Governo, Gestão Estratégica e de Infraestrutura nas eleições do dia 2 de outubro.

Riedel comemorou a indicação do nome de Barbosinha pela convenção regional do PP, comandada pela deputada federal Tereza Cristina, agora também candidata ao Senado na aliança de partidos encabeçada pelo PSDB e o PP e que ainda conta com o Republicanos, PSB, PL e o PDT.

“Dourados é uma região importantíssima, e eu não tenho dúvidas de que a nossa chapa, com o Barbosinha de vice, ficou ainda mais representativa e eu pessoalmente quero estar em todos os municípios, reforçando esse compromisso com um Estado ainda mais evoluído e de muitas oportunidades”, observou o candidato a governador.

O deputado estadual começou a carreira política aos 13 anos, como primeiro servidor público contratado da Prefeitura de Angélica, município onde foi prefeito dez anos depois, e que acumula um currículo com mais de 7 anos de serviços no comando da Sanesul, a empresa de água e saneamento do Estado, de onde chegou à presidência da Aesbe (Associação brasileira das empresas de saneamento), foi eleito para o primeiro mandato na Assembleia Legislativa em 2014, obteve um segundo mandato em 2018 depois de passar dois anos como secretário estadual de Justiça e Segurança Pública e atualmente é, também, secretário nacional de Segurança da Unale, a União Nacional de Legisladores estaduais.

“Pude conviver com o Riedel no Governo. E digo sempre: se o Estado tem um cabeça, que é o governador Reinaldo Azambuja, o Riedel foi o pulmão e o coração dessa máquina, proporcionando as condições para que sejamos hoje o Estado que mais gera emprego, o mais seguro para se viver, com um dos melhores índices de vacinação no País e onde as pessoas encontram as oportunidades de crescer. E não tenho dúvidas de que a partir de agora, sob o comando desse grande condutor Eduardo Riedel, a região da Grande Dourados, do Vale do Ivinhema e do Conesul e de todos os municípios, faremos um Mato Grosso do Sul muito maior e muito melhor”, concluiu o candidato a vice-governador.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Leia Também