Política & ‘Caneta Azul’: tudo a ver!

30.11.2019

DEPUTADO FABIO TRAD (PSD) “...O terreno está tão infértil para semear ideias construtivas que, nos últimos tempos; o único fenômeno capaz de unir os extremos foi o meteoro – já desmanchado pela atmosfera tóxica em que vivemos – chamado ‘Caneta Azul’. O triunfo da mediocridade na política habitual é um fato inquestionável. Não se trata de postular, em rasgo de elitismo arrogante, cultura  e erudição dos que protagonizam o espaço público da representação popular nas postura, posição, visão estratégica, compromisso visceral com um agenda corajosa de transformação do país...”

EXPECTATIVA   Fiel as diretrizes  ‘Bolsonarianas’ o deputado Capitão Contar  aguarda a resposta de consulta que fez ao TSE . Ele quer saber se pelo fato de ter sido eleito com (78.390 votos) votação própria – sem votos emprestados de outros candidatos  - acima do quociente exigido  - estaria assim liberado a mudar de agremiação sem atentar às regras  da lei. Os votos de Contar e do coronel David – também do PSL – ajudaram a eleger os deputados Lucas de Lima (Solidariedade), Gerson Claro (PP), Herculano Borges (Solidariedade), e Neno Razuk (PTB).

O EXCLUÍDO Na literatura política existem personagens dos mais variados naipes que de uma forma ou de outra marcaram presença  e estão vivos na memória pública. No evento idealizado pelo deputado  Marçal Filho (PSDB) dezenas de personalidades ligadas ao rádio foram homenageados na Assembleia Legislativa. Mas  o nome do ex-deputado e ex-prefeito radialista Alcides Bernal (PP) não constou da  lista de homenageados. Ninguém reclamou da sua ausência; todos  concordaram  tacitamente de que Bernal conseguira ‘por méritos’ próprios ser esquecido. Plantou - colheu! É a vida.

PERGUNTA-SE: As agências reguladoras desempenham bom papel? O que os usuários dos planos de saúde,  das telefônicas, das companhias de energia elétrica e de aviação estão pensando delas atualmente? Elas foram criadas em 1995 exatamente para fiscalizar e disciplinar a qualidade destes serviços públicos e privados, mas infelizmente só fazem gol contra os interesses da população. Vamos nos ater apenas ao episódio que envolve a Agência Nacional de Energia Elétrica no tocante a mudança das regras dos benefícios para quem produz energia solar. A insatisfação é geral. 

NOVOS DIAS  Ufa! Finalmente o Congresso Nacional começa a legislar, função que o STF vinha fazendo ao invés de se postar apenas como guardião da Constituição. Ou será que estou errado? Ora! Cabe ao Congresso efetuar mudanças na Carta Magna quando assim pedir o interesse da Nação. Pela comoção – raivosa até - ou ignorância de parte da população,  confunde-se as bolas quando se clama por justiça e não se leva em conta autonomia dos 3 poderes. Quanto ao STF transformou os julgamentos em espetáculos de televisão. Só faltam contratar diretores de cena para melhorar a apresentação. 

OUTROS TEMPOS Nem no Nordeste Lula conseguiu arrastar multidões como antes da prisão. Seu discurso foi desbotado pela Lava Jato. Nem nas redes sociais ele tem sido sucesso onde, aliás, os jovens não se deixam empolgar com as ideias políticas por várias razões. As tecnologias do mundo digital estão deixando para longe – bem lá atrás – aqueles que não se adequaram a nova realidade onde a confrontação está existindo. Enquanto o PT ainda curte a época de comícios a céu aberto, os adversários  seus tem ocupado com competência o espaço virtual. É isso que hoje conta muito. Tô enganado?

PÁGINAS VIRADAS  A tendência é que o eleitorado continue se desprendendo deste sentimento saudosista por tudo que os escândalos  da Lava Jato mostraram. A libertação do ex-presidente Lula não interfere no mérito  do processo. Aproveitou-se  de um detalhe processual apenas.. Outros personagens como os empresários e o ex-ministro Pallocci – tiveram a coragem de confessar praticas ilícitas do Governo . Por analogia é o mesmo raciocínio do eleitor local no que se refere aos escândalos que envolveram o ex-governador Puccinelli (MDB) e seus auxiliares que acabaram presos e processados. 

CAFÉ & BOBAGEM Nas entrevistas e nos pronunciamentos de improviso é que se pode aferir o nível intelectual ou o preparo do político. Um vereador da capital – comerciante do ramo alimentício - entrevistado numa emissora de rádio – enveredou-se pela análise da alta do preço da carne bovina. A certa altura, sugeriu que o Governo do Estado simplesmente fizesse uma reserva de parte da nossa produção especialmente para o consumo interno a preços especiais mais acessíveis. Como se vê, as bobagens políticas não são exclusivas das câmaras das cidades do interior.   

BOBAGENS à vista.  Pelo que se percebe nas campanhas antecipadas à vereança em publicações nas redes sociais, as pérolas vão continuar e o nível da futura legislatura  deve continuar na mesmice lamentável. Picados pela mosca da vaidade alguns personagens  - sem a menor identidade ou conhecimento do assunto – misturam assistência social com atividade legislativa.  Esses adesivos nos para brisas de  veículos   circulando por aí com nomes de pretensos candidatos é uma sinalização do que nos espera. Pena que o voto continue obrigatório.

De leve... 

MEMÓRIA  No seu discurso em homenagem aos radialistas o deputado Marçal Filho mostrou-se excelente nas narrativas humanas. Revelou sua ligação com o radio antes mesmo de nascer. Seus pais eram ouvintes da ‘Ave Maria’, apresentado por Jorge Antonio Salomão. Grávida de Marçal, a mãe pediu ao marido que a levasse até a radio para conhecer  o radialista apresentador. No encontro ela convidou Jorge Salomão para ser o padrinho de batismo da criança– o que deve fato ocorreu, nascendo aí uma ligação entre as famílias. Anos mais tarde Marçal começava sua carreira naquela emissora. 

‘TRAGÉDIAS’  Acabei de ler: em 2019 foram 150 execuções na fronteira paraguaia. Como ponderou  a escritora Marina Colasanti: “A gente se acostuma, eu sei, mas não devia”. Imagine a cabeça do morador com essa banalização da violência que equipara essa escabrosa estatística a uma simples contagem de melancias vendidas no final de feira. Imagine o diálogo familiar  na hora da refeição. Não há apetite que resista ao macabro cardápio regado a sangue, lágrimas e dor. No subconsciente a pergunta: quem será a próxima vítima de pistoleiros cruéis de aluguel, sem alma, remorso e piedade?

IGNORAR  a banalização da violência, no trânsito e no dia a dia urbano é como fazer vistas grossas ao ‘espetáculo’  deprimente ( drogados) que é possível assistir nas dependências  da antiga rodoviária de Campo Grande. A propósito: não deviam os líderes religiosos de todas as igrejas levarem seus fieis para verem de perto aquele ‘Inferno de Dante’? Os professores não deveriam fazer o mesmo com a juventude que permanece indiferente  àquele cenário?  Quanta hipocrisia social e religiosa mesclada ao comodismo neste mundo de tantas diferenças e indiferenças gritantes. 

SEM CHORO!  A inviabilidade do sistema previdenciário se espalha por todo o país. Não é assim exclusividade da União. Aquela quebradeira que assistimos na Grécia e  outros países europeus está chegando aqui. Não adianta socialistas, petistas, comunistas e sindicalistas reclamarem; essa conta cresce mais que erva daninha. Os governantes  enfrentam a impopularidade  política e críticas dos demagogos  ou num futuro próximo vamos arrecadar só para pagar a previdência.  O governador Reinaldo (PSDB) mostra que governar é também ter coragem. O caminho é esse; sem volta! Sem nhénhénhém!

DUODÉCIMO  Vou voltar ao assunto. Ainda tem muita gordura com o dinheiro dos poderes. O Judiciário, Ministério Público, Legislativo por exemplo – continuam dando péssimos exemplos com gastanças incompatíveis com a realidade nacional. Preocupa essa insensibilidade gélida deste pessoal que nem tem a sensibilidade ou o cuidado de minorar as aparências. Lembra o contraste da Família Real da França com o padrão de vida miserável do seu povo. Aqui vale comparar os pobres morrendo nos corredores dos hospitais e os privilegiados do poder desfrutando do Sírio Libanês e Albert Einstem. 

VERDADE? Atual gestor chefe da Santa Casa de Misericórdia de Campo Grande, o advogado Esacheu Cipriano é apontado pelas lideranças do Partido Progressista como um filiado em condições de postular a candidatura a prefeito. Apesar do ânimo aparente a notícia não convence por uma série de motivos. Na capital o partido mais parece quarto de estudante solteiro. Tudo fora de lugar. O  ex-prefeito Alcides Bernal nem compareceu ao recente evento do partido, não mandou representante e nem justificou. O  polpudo Fundo Partidário a que tem direito continua sendo a maior atração do partido.

PALIDEZ Mesmo olhando de longe percebo que o ex-senador Delcídio do Amaral (PTB) não é nem sombra daquele personagem vigoroso de outros tempos. Só a camisa é a mesma! Ele até que tenta passar uma imagem otimista em suas entrevistas por aí, mas no fundo parece não convencer. Será que é uma boa se juntar ao ex-governador Puccinelli (MDB)  para disputar o Governo?  O que a opinião pública acha disso?  Só camisa não ganha jogo. E antes tem as eleições municipais de 2020.  Precisa participar e formar time para disputar o Governo. Se não conseguir, abraço pro gaiteiro. 

RESSURREIÇÃO? Depois de longo e tenebroso inverno eis que ressurge o Partido Verde por aqui através de postagens no facebok do amigo Marcelo Bluma, uma espécie de donatário da agremiação – mantida há vários anos sob sete chaves por um grupo seleto. Por incrível que possa parecer  o partido perdeu a representatividade e o ‘time’ num ambiente que não foi bem explorado. Tenho minhas dúvidas se o PV irá além das postagens das redes sociais. Eu diria que o Partido Verde simplesmente ficou opaco!

LEMBRETE: “Um traidor é um indivíduo que deixou nosso partido para ingressar em outro. Um convertido é um traidor que deixou seu partido para ingressar no nosso”. ( George Clemenceau)

DOIDONA: “Primeiro, eu queria te dizer que eu tenho muito respeito pelo ET de Varginha. E eu sei que aqui, quem não viu conhece alguém que viu, ou tem alguém na família que viu, mas de qualquer jeito eu digo que o respeito pelo ET de Varginha está garantido.”  (Dilma Roussef na Universidade Federal de Alfenas,MG)

RÁPIDAS 

Deputado Antonio Antonio Vaz (Republicanos):  Presidente da Comissão de Saúde cobrou na tribuna medidas  contra o atendimento deficiente do SUS reportando-se ao noticiário; homenageou o radialista  Otavio Neto (CBN) em evento na Assembleia.  

Deputado Evander Vendramini (PP): Visitou a APAE da capital destinando verba de  emenda parlamentar; publicada lei pró remarcação de exame por grávidas em concurso público; vai a sanção seu projeto incluindo militares em campanha de vacinação.  

Deputado Lucas de Lima (Solidariedade):  Quer efetuar  reposição de espécies nativas no entorno do prédio da Assembleia Legislativa através de canteiro sob comando do  legislativo. Abordará a questão na Comissão de Meio Ambiente que preside.     

Deputado Marçal Filho (PSDB): Viveu momentos especiais na sessão que propôs para homenagear radialistas da capital e interior. O deputado pode aferir o prestígio que desfruta na classe onde milita há vários anos. Muitos elogios pela feliz iniciativa. 

Deputado Marcio Fernandes (MDB): Esteve com a ministra Tereza Cristina, da Agricultura na tratativa de vários temas de interesse do Estado; está ultimando os detalhes para iniciar a campanha de castração de animais na capital e interior.  

Deputado José C. Barbosa(DEM): Comemora os investimentos de mais de R$200 milhões do Governo Estadual para Dourados e região; Festeja os primeiros resultados de sua atuação e campanha para redução da tarifa do pedágio na BR-163.  

Deputado Capitão Contar (PSL) Eleito relator da CPI da Energisa reúne subsídios para embasar seus trabalhos na importante missão. Aguarda serenamente a decisão do TSE sobre sua consulta a respeito de liberdade de mudança partidária. Equilibrado.  

Deputado Lídio Lopes (Patri) – Eleito vice presidente da UNALE ( União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais) em pleito em Salvador nos dias 20/22 deste mês.  A entidade congrega 1059 associados de todo o país. 

Deputado Neno Razuk (PTB: Enaltece a inauguração da Coama (R$750 milhões) em Dourados; a conclusão de 40% das obras da av. Hayel Faker  e os investimentos estaduais de R$ 32 milhões  na recuperação do quadrilátero central de Dourados. 

Deputado Herculano Borges ( Solidariedade). Acompanhou o Governador na visita à Dourados durante  o ‘Governo Presente’, quando apadrinhou vários prefeitos daquela região em busca de recursos estaduais. Participou das sessões como membro da mesa. 

Deputado Gerson Claro (PP). Anunciando o asfaltamento do trecho de 10 kms de asfalto na região do assentamento que beneficiará o entorno do Capão Seco. Iniciativa pioneira que já tem recursos do fundersul reservados pelo Governo Estadual.  

Deputado Londres Machado (PSD). Prestigiou a visita do governador Reinaldo à Dourados reforçando as reivindicações de vários prefeitos da região; acompanhou vários vereadores e lideranças junto a órgãos públicos na capital.    

Deputado João H. Catan (PR  Participou ativamente das sessões ordinárias da Assembleia Legislativa manifestando-se nas pautas diversas, sobretudo no projeto do Executivo que trata da Reforma da Previdência. Deputado presente. 

Deputado Zé Teixeira (DEM) Acompanhou a visita do governador Reinaldo à Dourados e prestigiando vereadores e prefeitos de várias cidades da região em audiência reivindicatória no programa ‘Governo Presente’. Defensor vigilante do agronegócio.   

Fonte: Manoel Afonso

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: