Instituto Sangue Bom realiza 5ª edição do Natal Solidário

22.11.2020

O Instituto Sangue Bom de Campo Grande inicia, nesta terça-feira (17), uma campanha para tornar o fim de ano de muitas pessoas mais especial. Em um ano que estamos enfrentando as consequências da pandemia, levar alegria é essencial.

A ação é realizada pelo Instituto Sangue Bom e está em sua 5ª edição. Visa arrecadar alimentos não perecíveis, roupas e brinquedos (novos ou usados), fraldas infantis e adulta que serão distribuídos em hospitais e entidades assistenciais de Campo Grande.

“É de extrema importância a participação de todos (as) contribuindo com pessoas que precisam de auxílio assistencial e fomentando a doação de sangue e medula óssea: dois materiais humanos que muitas pessoas precisam e aguardam por voluntários para sobreviver”, destaca o fundador do Instituto, Professor Carlão.

As doações podem ser feitas entre os dias 17 de novembro e 7 de dezembro, na sede da Seccional Mato Grosso do Sul, que fica na avenida Mato Grosso, 4700, bairro Carandá Bosque.

Sangue e medula

Paralelamente, também é realizada do dia 1º de dezembro até o dia 31 campanha de doação de sangue e cadastramento de novos doadores de medula óssea. As doações poderão ser feitas no Hemosul, localizado na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 1304. Informações sobre o horário de funcionamento devem ser obtidas pelo telefone (67) 3312-1500.

É uma ação extremamente importante, Pois houve uma se redução de doações de sangue e de novos cadastros de doadores de medula óssea durante a pandemia. Para a realização, também foi considerada a redução, em média, de até 30% que normalmente registrada aos finais de ano.

Seja Sangue Bom. Participe da 5° edição do Natal Solidário Sangue Bom. Tenha uma Atitude Sangue Bom. Pratique o amor, através da solidariedade.

Fonte: OPantaneiro

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: