Nelsinho lidera corrida ao Senado no 1º voto, segunda vaga esta indefinida

Autor: Edson Moraes

20.03.2018

Com o direito de eleger dois senadores, Mato Grosso do Sul começa a delinear algumas preferências que vêm dominando as intenções de voto para outubro. De acordo com a Ranking Comunicação e Pesquisa, uma tendência levantada no ano passado se mantém, com o ex-prefeito Nelsinho Trad (PTB)  no 1º voto, já a segunda vaga esta indefinida.

Registrada no Tribunal Regional Eleitoral (MS-09695/2018) e Tribunal Superior Eleitoral (03086/2018), a pesquisa foi feita em 8 regiões do estado e ouviu 1.200 eleitores representando os 79 municípios, no período de 11 a 15 deste mês. Com intervalo de confiança de 95% e margem de erro em 2,83 pontos percentuais para mais ou para menos.

A Ranking usou quatro situações distintas de consulta: uma pelo modo estimulado, outra pelo espontâneo e também quis saber qual o pré-candidato com a maior rejeição e quem está liderando a opção pelo segundo voto das duas cadeiras senatoriais que serão preenchidas.

Na consulta espontânea o maior número de citações põe Nelsinho em primeiro. Ele tem 18,66%, seguido de Zeca (12,33%). Os atuais senadores e pré-candidatos à reeleição, Pedro Chaves (PRB) e Waldemir Moka (MDB) estão nas posições seguintes com 7,58% e 4,00%, respectivamente. A lista se completa com o ex-prefeito Murilo Zauith (PSB), com 3,41%; Chico Maia (Podemos), com 3,25%; Geraldo Resende (PSDB), com 2,91%); Dorival Betini (PR), 2,82%; Marcelo Miglioli (PSDB), 2,33%); e Eduardo Riedel (PSDB), 1,33%. Não citaram candidatos, porque não sabem ou não quiseram responder, 41,38% dos eleitores.



O quadro de preferências na consulta estimulada é semelhante. Os líderes são Nelsinho (27,17%) e Zeca (14,33%). Nas demais posições: Chaves (8,66%), Moka (4,41%), Zauith (4,16%), Maia (3,91%), Resende (3,00%), Miglioli (2,66%), Betini (1,50%) e Riedel (1,41%). Não responderam ou não souberam responder 28,79%. A Ranking apurou qual o preferido dos eleitores no seu segundo voto para o Senado. E a disputa fica acirrada. Zeca tem a liderança, com 6,25%, mas na sua cola estão Chaves (5,83%), Resende (5,41%), Moka (5,33%), Zauith (4,68%), Nelsinho (4,16%) e Maia (4,00%). Um pouco mais distantes aparecem Dorival Betini (3,41%), Eduardo Riedel (3,33%) e Marcelo Miglioli (2,41%), enquanto 55,19% não souberam ou não quiseram responder. 

1º VOTO PARA O SENADO:



2º VOTO PARA O SENADO:



REJEIÇÃO - Zeca do PT, que é o segundo na preferência do eleitor, também ocupa a liderança no quadro de rejeições. Com 34,58% das citações, o petista é seguido por Nelsinho (11,16%), Moka (4,41%), Maia e Chaves (3,08% cada um), Zauith (1,91%), Resende (1,66%), Riedel 1,25%), Betini (1,00%) e Miglioli (0,75%). Os que não responderam ou não souberam responder somam 37,12%.

Fonte: Ranking pesquisa / Diário da Mídia

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: