Azedou! - Centrão e Prefeitos são contra PEC e eleição deve permanecer em outubro

Autor: Por Diego Amorim

24.06.2020

O Antagonista apurou que DEM, PSD, PP e Republicanos já decidiram que, na Câmara, não deixarão passar a PEC do adiamento das eleições.

Rodrigo Maia disse hoje, em coletiva, o que se fala nos bastidores já há alguns dias: não há acordo na Casa para adiamento do pleito em razão da pandemia da Covid-19.

Os argumentos oficiais poderão ser diferentes daqueles que estão sendo colocados nas conversas informais.

A verdade é que boa parte do Centrão defendia a prorrogação dos mandatos dos atuais prefeitos e vereadores, empurrando as eleições para 2021 ou mesmo 2022. Só mudaram de ideia depois de perceberem que não seria possível emplacar essa tese — inconstitucional — com facilidade.

Sem prorrogação de mandatos, agora os caciques partidários da Câmara farão de tudo para travar a PEC, mantendo, assim, as datas atuais das eleições, ou seja, em outubro.

Eles vão alegar que estender a campanha eleitoral até novembro ou dezembro aumentará muito mais o risco de contágio do que realizar logo o pleito em outubro. Um motivo real por trás do argumento de não mexer nas datas, porém, é para evitar o encarecimento das campanhas. Atuais prefeitos também avaliam que, se houver mais tempo de campanha, aumenta o risco de suas gestões serem desgastadas em meio à pandemia.

Fonte: O Antagonista

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: