Pedagogia doméstica

Autor: Por Denise Caramori

06.11.2019

Se faz necessário orientar em casa os filhos sobre quais são os seus direitos e também deveres. Dever cumprido, direito adquirido! Os pais podem ter a certeza de que um ambiente contornado por atitudes de responsabilidade deixam as crianças mais seguras, um filho que ajuda os pais em casa mostra reconhecimento, autonomia e responsabilidade. Isso deve ser ensinado desde cedo, cobranças de certas tarefas diárias como as que vou citar à seguir, tornam-se diariamente um exercício de autonomia:

Recolher objetos e brinquedos espalhados pela casa; separar a roupa suja e colocar para lavar; ajudar a preparar a mesa para o café, almoço ou jantar; arrumar o próprio quarto; cuidar da organização do próprio material escolar são algumas das exigências que é possível sim serem cumpridas pelos pequenos. Por maior que sejam os recursos financeiros de uma família, é importante que os pais deem aos seus filhos funções para a manutenção da ordem doméstica.

Amor é responsabilidade. Lendo o livro “Compra-me o céu – a incrível verdade sobre as gerações de filhos únicos da China, da autora Xinran, descobri o Dizigui, que é um dos grandes clássicos chineses sobre educação. Foi compilado por Li Yuxiu à partir dos escritos de Confúcio durante o Reinado do Imperador Kangxi, perto do final do século XVII e início do século XVIII, e consiste em uma lista de aforismos educacionais: Em primeiríssimo lugar estão a piedade filial para com os pais e o amor pelos irmãos, seguido pela necessidade de autocontrole e de manter a própria palavra, depois vem a justiça, o altruísmo, a unidade familiar e saber escolher amigos virtuosos. Enfatiza ainda a necessidade de estudar as tradicionais artes da música, da equitação, da caligrafia e da lógica.

Pensamos então qual a relevância de um texto como o Dizigui, ou outros ensinamentos culturais em uma época moderna e globalizada? Ele pode e deve ser ensinado as crianças hoje em dia, tanto na China quanto em países como o Brasil? Acredito que todos nós lidamos com problemas muito atuais, como a busca pela felicidade, a educação das crianças e como ser um bom cidadão. E, não é isso que queremos para nossos filhos? Educá-los no caminho do bem? Que possamos ter, e manter então as nossas referências culturais sobre educação, os nossos ensinamentos, aqueles passados de pais para filhos, de geração em geração, eles continuam sendo importantes na formação do caráter de uma criança.  

A construção social e o espírito de equipe são formados em casa, é uma questão de solidariedade mútua, cooperação e autocuidado. “Educar é tirar os excessos”, como disse Michelangelo. É importante se perguntar: O que a família realiza junto? Pode ser um grande presente para seu filho oferecer à ele momentos de união, como preparar o jantar ou arrumar a mesa, ou um momento de contação de histórias antes de dormir. São pequenas e inesquecíveis ocasiões que vão marcar a memória de seus filhos eternamente, e a sua também.  

*Psicopedagoga/Terapeuta - Equoterapeuta/Equitadora - e-mail: [email protected]

Fonte: Dourados News

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: