Solicitação de poda de árvores são encaminhadas para Central do Cidadão

O IMAM é responsável pela avaliação do serviço

Os pedidos para solicitação de poda de árvores continuam sendo realizados na CAC (Central de Atendimento do Cidadão) e analisados pelo IMAM (Instituto Municipal do Meio Ambiente). As solicitações passam por análises e passam a resposta para o solicitante. Casos de podas irregulares podem gerar multa para o responsável.

Para solicitar o corte de árvores dentro do lote ou no passeio público, o cidadão deve ir até a na Avenida Presidente Vargas, 309, entre a avenida Joaquim Teixeira Alves e a Rua Onofre Pereira de Matos, de segunda a sexta-feira, das 07h e 13h.

Para realizar o pedido de solicitação é preciso ir ao CAC (Central de Atendimento do Cidadão), na Avenida Presidente Vargas, 309. Os documentos necessários para protocolar pedido de autorização para poda, ou supressão de árvores, são:
– Preencher requerimento padrão da CAC;
– CPF e RG do requisitante; com cópia da procuração;
– Cópia do IPTU ou matrícula do imóvel;
– Condomínios precisam anexar cópia da ATA de reunião dos condôminos constando a anuência dos moradores;
– Empreendimentos comerciais devem anexar a cópia do Protocolo Tributário do pedido de licença ambiental, com cópia da taxa de expediente DAM (Documento de Arrecadação Municipal).

A alteração segue o PDAU (Plano Diretor de Arborização Urbana), instituído em dezembro de 2020, e visa facilitar a consulta ao andamento dos pedidos por parte dos requerentes, reduzindo o tempo do processo. Os critérios que norteiam os pedidos devem obedecer às normas estabelecidas pela Lei N° 3.959, seguindo as medidas de proteção e conservação do meio ambiente.

De acordo com o diretor-presidente do IMAM, Wolmer Sitadini Campagnoli, antes de realizar qualquer poda, é preciso buscar a autorização e seguir as recomendações, pois a podas drásticas podem acarretar multas para o responsável pelo terreno.

“Essa medida é tomada para garantir que não haja irregularidades. Três critérios devem ser seguidos no momento da poda: a copa da árvore não pode ser retirada por completo; deve ser mantido ao menos 50% do total verde da copa; e a poda não pode ser apenas de um lado da copa, já que leva ao desequilíbrio estrutural da árvore”, explica.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também