Documentário marca história do flamenco em MS no dia da dança comemorado hoje

O grupo Embrujos de España, que mantém viva a cultura espanhola no Estado por meio de sua dança e história lança hoje (29), no Dia Internacional da Dança, o documentário “EMBRUJOS DE ESPAÑA -MEMÓRIAS”, com duração de 45 minutos. O lançamento será feito às 20 horas (horário de MS) no Youtube no canal da idealizadora do grupo Maria Helena Pettengill.

O vídeo traz toda a trajetória do grupo, sua história, espetáculos e depoimentos de bailarinos e apoiadores. O projeto foi elaborado com recursos oriundos da Lei Aldir Blanc do Ministério da Cultura em apoio ao setor cultural e artístico em meio a pandemia de Coronavírus.

Uma história que começa em 1988, quando o Centro Beneficente Espanhol de Campo Grande, criou um grupo de dança formado por membros da colônia espanhola. O objetivo era manter vivas as tradições populares espanholas por meio da dança. Para montar a primeira coreografia do grupo, veio a Campo Grande a bailarina argentina “La Morita” que batizou o grupo com o nome Embrujos de España que significa feitiço da Espanha.

Atuando na divulgação e preservação da cultura espanhola em todo o Mato Grosso do Sul. A Cia. realiza seus próprios espetáculos e participa de eventos realizados pela comunidade artística da cidade.

Durante todos esses anos, o Embrujos já se apresentou por duas vezes (1996 e 1997) no Festival Interdanza em Assunção (Paraguai) e nas seguintes cidades do Estado: Aquidauana, Amambai, Mundo Novo, Ponta Porã, Dourados, São Gabriel do Oeste, Rio Brilhante, Corumbá, Camapuã, Sidrolândia, Rio Verde, Coxim, Maracaju e Miranda.

Nestes 33 anos o grupo realizou importantes espetáculos como o “Cante e Baile Flamenco”, “El Amor Brujo”, “Blanco y Negro”, “Embrujos de España 20 anos”, “Embrujos de España 25 Anos”, “Sons y Sonidos” e “Embrujos de España 30 Anos”.

Ainda sobre momentos especiais, em 2014 o Grupo Embrujos de España participou do Documentário “BR 14 A Rota dos Imigrantes” como personagem da Série Espanha exibido em toda América Latina.

O Flamenco é uma arte popular que surgiu no século XVI, na Espanha. Uma dança reconhecida em todo o mundo pelo ritmo marcado pelo sapateado e pela força de expressão em cada gesto. A Dança Flamenca foi incorporada em novembro de 2010 à lista de Patrimônios Culturais Intangíveis da Humanidade, mantida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

Por meio do documentário ‘EMBRUJOS DE ESPAÑA”, a ideia é preservar a história da companhia em MS e a paixão pelo Flamenco que vem sendo repassado a novas gerações de bailarinos. Uma história de vida, de amor, de amizade.

Mais informações e entrevistas com Maria Helena Pettengill (67) 99613-1703

Fonte: Assessoria

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também