Desafio Robótica com professores multiplicadores da rede municipal de ensino em Nova Andradina

A introdução de novas tecnologias é uma das ferramentas utilizadas pelo governo de Nova Andradina para melhorar cada vez mais a educação nas escolas da rede municipal de ensino. Por isso, o investimento na formação dos professores é fundamental para lidar com essa nova realidade. 

De 24 a 28 de maio, a Secretaria Municipal de Educação Cultura e Esporte, através do Núcleo de Tecnologias Educacionais Municipal (NTM), promoveu a I SEMANA RE-CONECTAR. A iniciativa faz parte de um macroprojeto idealizado pelo NTM, intitulado PROJETO RE-CONECTAR-RECONECTANDO SABERES.

O projeto está pautado na ressignificação, reformulação, readequação, e principalmente na reconexão entre alunos, professores e as tecnologias, especialmente neste novo contexto em que a educação se encontra. O objetivo é a formação de professores da Rede Municipal de Ensino no uso das tecnologias educacionais, abrangendo ainda projetos inovadores para os alunos da REME.

As atividades ocorreram nas dependências do Centro de Idiomas e Tecnologias (CIT), dentro das  normas de biossegurança da Covid-19.

Mais sobre o RE-CONECTAR-RECONECTANDO SABERES

Nas palavras do cientista da computação, Mitch Resnick, “falar a língua dos computadores será uma demanda cada vez mais presente nesse mundo conectado onde estão inseridos nossos alunos. Não saber programar é “como conseguir ler, mas não saber escrever”.

“Dentro dessa perspectiva, a Semec desenvolve neste primeiro semestre a formação em robótica educacional direcionada aos professores multiplicadores das salas municipais de tecnologias educacionais, para futuramente atuarem em projetos envolvendo o uso da robótica com os alunos da REME’, comenta a secretária titular da pasta, Giuliana Masculi.

A robótica sugere um trabalho interdisciplinar, já que exige a combinação de diversos conhecimentos e competências, tais como: trabalho em equipe, capacidade de solucionar problemas, senso crítico, exposição de pensamentos, criatividade, concentração, autonomia, responsabilidade, desenvolve o pensamento computacional, a investigação científica, permitindo a compreensão do mundo tecnológico que os cercam, facilitando a aprendizagem, e despertando a imaginação e o potencial criativo.

Nesta primeira fase, a instrutora e colaboradora do NTM, Rosa Ottersbach França, abordou noções básicas de robótica aos professores multiplicadores com o propósito de desenvolver habilidades em montagem e programação de robôs.

Entre as atividades, foram propostos diversos exercícios de raciocínio lógico, atividades com o Kit Mindstorm EV3 (montagem do carrinho, da garra, sensores ultrassônicos, giro, toque e cor, desafio criativo, desafio do Facebook, montagem e desmontagem do “cachorro filhote”). O NTM potencializou ainda mais a semana, através da gamificação, com o uso de ferramentas interativas, tais como: mentimeter, classtools e jotform.

“Foi uma semana de muito aprendizado e superação”, conforme relato de um professor participante da Semana Re-Conectar/Desafio Robótica.

Ao final, os desafios foram cronometrados e pontuados. Houve premiação para os 3 primeiros classificados que conseguiram realizar todas as atividades no menor tempo determinado, e executar os comandos solicitados de maneira completa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também