De hippie a empresária do turismo: como Talita investiu em seu potencial e mudou a própria história

Após viajar o Brasil por dois anos, a pedagoga Talita Cação decidiu fincar raízes em Bonito (MS) e investir no que mais gostava: viagens e liberdade

Abandonar um emprego fixo, com carteira assinada e carga horária semanal, em busca de um estilo de vida mais livre não é uma escolha fácil. Mas para Talita Cação, no auge dos 32 anos de idade e com um filho para sustentar, foi uma decisão necessária. Ela que durante anos foi hippie, vendendo bijuterias em vários lugares do Brasil e chegou a morar na rua – ‘por escolha própria e não por necessidade’, como ela faz questão de ressaltar –, viu-se sufocada pela formalidade de um emprego onde ganhava pouco e precisava cumprir horário. Em 2017, para melhorar a renda, tomou a decisão de alugar um quarto da casa para turistas. Quatro anos depois, Talita está em outra realidade: tornou-se uma empreendedora de sucesso, gerencia 15 imóveis e criou a Casa da Talita Consultoria, que oferece hospedagem acessível e atendimento personalizado. Hoje, é o perfil da cidade de Bonito mais bem-avaliado no serviço de hospedagem Airbnb, aplicativo usado por turistas no mundo inteiro para hospedar-se em residências ou mesmo em hotéis.

A história de Talita é uma inspiração para o programa Brasil Certo, que orienta mulheres sobre como participar da política de forma responsável, defendendo seus direitos, fiscalizando recursos públicos, mobilizando a comunidade e se comunicando de forma eficiente nas redes sociais. O projeto, lançado em Dourados em março pela senadora Soraya Thronicke, presidente do PSL Mulher, tem como objetivo contar a história de mulheres reais, como a Talita, que são protagonistas da própria história e fazem a diferença na comunidade onde atuam. Talita participou recentemente de uma live do programa Brasil Certo, com a participação da senadora, onde apresentou a sua história. “Nossa ideia é que, com o projeto e com os cursos e palestras que serão ministrados, as mulheres tenham a mesma coragem da Talita para ir à luta em busca de seus sonhos e explorem melhor o seu potencial”, destacou Soraya Thronicke.

Talita Cação chegou a Bonito aos 24 anos, inicialmente como parte de uma viagem de dois anos que fez pelo Brasil todo. Nascida em Mato Grosso do Sul, na capital Campo Grande, ela logo percebeu o potencial de crescimento de Bonito e acabou ficando. Vendeu brincos na praça, trabalhou em hotéis e agências de turismo, terminou a faculdade de Pedagogia e chegou a trabalhar na educação. Mas estava insatisfeita com o salário e a falta de liberdade de horários. “Sempre fui uma pessoa livre e de repente me vi presa em um emprego onde ganhava pouco e tinha que cumprir horário.” Foi então que ela decidiu disponibilizar um quarto da casa onde morava com o filho para receber hóspedes – uma iniciativa ainda inédita na região em 2017.

A ideia deu certo, e seis meses depois Talita precisou abrir uma empresa e formalizar o seu negócio – foi então que nasceu a Casa da Talita Consultoria, que passou a oferecer também um atendimento personalizado aos turistas que queriam conhecer Bonito gastando pouco. “A cidade era muito elitizada e não tinha uma opção de hospedagem barata. O que nós oferecemos é justamente um atendimento personalizado, que vai além da hospedagem, com indicação de passeios e restaurantes com o melhor custo-benefício. Planejamos a viagem de acordo com o bolso do cliente”, explica.

“Nosso foco é garantir que o turista conheça Bonito gastando pouco, mas que tenha uma boa experiência e um atendimento individual e personalizado. No início, os clientes eram turistas do Estado, mas hoje atendo pessoas do Brasil todo”, comemora.

Em apenas quatro anos, a Casa da Talita Consultoria não para de crescer. A empresa já oferece um clube de descontos aos hóspedes e é o perfil com melhor avaliação de clientes no Airbnb na cidade de Bonito. Talita aumentou a casa onde mora, hoje disponibiliza dois quartos para locação e desde 2018 vive exclusivamente do turismo.

A idealizadora do Brasil Certo, a senadora Soraya Thronicke, quer levar histórias de mulheres que são protagonistas das mudanças em suas vidas e em suas comunidades. “São pessoas que, com força de vontade, mudaram sua realidade. É isso que queremos levar com o projeto. Não são políticos e sim pessoas comuns, que pararam de reclamar e viraram o jogo”, aponta a senadora.

A  meta de Talita é continuar crescendo – a Casa da Talita irá ganhar asas com a abertura de uma filial no sul da Bahia, outro local que faz o coração dela bater mais forte. “Minha meta é ficar seis meses aqui, seis meses lá. É um sonho, mas sei que irá se realizar porque vou fazer dar certo”, garante.

Se ela tem orgulho da história que construiu? “Me sinto muito feliz e orgulhosa elo caminho que trilhei.  Se não tivesse a coragem de mudar, seria funcionária até hoje. Sou muito feliz e realizada, porque hoje ganho bem e tenho liberdade!!”

Sobre o Brasil Certo

O Brasil Certo quer incentivar a cidadania responsável, em busca de soluções definitivas para os problemas verificados em cidades de todo o País. O projeto foi idealizado pela senadora e presidente do PSL Mulher, Soraya Thronicke. Além de casos de mulheres inspiradoras, o projeto vai levar mais de 50 cursos on-line. A proposta é orientar as mulheres sobre como participar da política de forma responsável, defender seus direitos, fiscalizar recursos públicos, mobilizar a comunidade e se comunicar de forma eficaz nas redes sociais. Para saber mais, acesse: www.brasilcerto.com.br.

Fotos: Arquivo pessoal

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também