Cabo Almi pede agilidade no pagamento Mais Social e vacina aos motoristas de ônibus

Luciana Nassar

O deputado Cabo Almi (PT) utilizou a palavra durante a sessão desta quarta-feira (14) para reivindicar ao Governo do Estado a divulgação de uma data em que iniciarão os pagamentos do benefício Mais Social, implementado pela Lei Estadual 5.639/2021, que tem o objetivo de prestar atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar e nutricional, bem como promover a inclusão social e acesso às demais ações de políticas públicas.

De acordo com o deputado, o benefício estimado em R$ 200, será um complemento às famílias que precisam e que tiveram o auxílio emergencial do Governo Federal reduzido neste ano. “A fome não espera. Temos muitas famílias em situação não muito boa, sofrendo, sufocadas com o desemprego e isolamento”, argumentou o deputado, que também pediu o levantamento da quantidade de famílias que serão atendidas.

O parlamentar ainda aproveitou a palavra para pedir o empenho de recursos de emendas da bancada federal por asfaltamento no Portal Caiobá, que dá entrada para nove regiões da cidade e ainda a inclusão dos motoristas de ônibus nos grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19. “Os motoristas de ônibus são um grupo de pessoas que devem ser consideradas essenciais, porque eles não pararam hora nenhuma nessa pandemia. Vi pesquisa em que eles estão entre os mais infectados. E o governo ainda não viu essa preocupação com eles. Então eu faço esse apelo, chegando nova remessa grande de vacinas, que os atenda. Eu estou ansioso pela minha vacinação, já estão cadastrado, sou do próximo grupo dos com mais de 50 anos e não vejo a hora de retomar à normalidade do que faço há 23 anos, que é atender a sociedade como representante do povo de Mato Grosso do Sul”, finalizou o deputado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também