Reinaldo Azambuja entrega 376 computadores para melhorar aprendizado dos alunos

Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral de Mato Grosso do Sul estão recebendo 376 computadores novos como parte da preparação para a volta às aulas presenciais quando for possível, dependendo da situação epidemiológica e da vacinação contra Covid-19. A entrega foi feita pelo governador Reinaldo Azambuja nesta última terça-feira (20) na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho, no Jardim dos Estados, em Campo Grande.

Os microcomputadores serão destinados a 21 unidades que fazem parte do Programa da Escola de Autoria. “Essa entrega faz parte da primeira etapa de computadores que vão chegar a todas as escolas de Mato Grosso do Sul e fazem parte também do nosso planejamento da volta às aulas [presenciais]. As escolas já estão com os kits escolares, com todos os equipamentos de biossegurança, como máscaras e álcool em gel para distribuir para todos os alunos”, afirmou Reinaldo Azambuja.

Para a compra dessa primeira leva de computadores de mesa foram destinados R$ 1,842 milhão do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Os novos equipamentos são modernos, com CPUs menores, sem fio, e com maior capacidade de armazenamento. As escolas beneficiadas estão localizada em Bela Vista (1), Campo Grande (11), Corumbá (1), Dourados (2), Maracaju (1), Naviraí (2), Nova Andradina (1), Paranaíba (1) e Três Lagoas (1). 

Cada escola recebe 18 microcomputadores. A exceção é a E.E. Luísa Vidal Borges Daniel, da Capital, que vai ganhar 16 unidades em função do número reduzido de salas atendidas, em comparação com as demais escolas relacionadas.

Também visando o retorno dos alunos às salas de aula, várias unidades passaram por reformas e melhorias. “Estamos reformando e equipando as escolas também. A Lúcia Martins Coelho é um exemplo das 132 escolas que estão passando por alguma readequação física e junto com isso vem equipamento de informática, que moderniza a estrutura das escolas. Você sai de um equipamento antigo para um moderno. Essa CPU pequenininha aqui faz muito mais que a antiga. Isso é tecnologia, inovação no setor de informática”, acrescentou o governador.

De acordo com a secretária de Estado de Educação, Maria Cecília Amendola da Motta, investimentos como esse demonstram que o aprendizado é prioridade no governo. “Toda a equipe da Educação tem trabalhado bastante pela qualidade do ensino em Mato Grosso do Sul. Nós temos mostrado que essa qualidade está cada dia maior. Estamos sendo exemplos no currículo de formação no Brasil todo. Os computadores vêm para que os alunos possam pesquisar e também para o professor produzir o seu material didático”.

Em Mato Grosso do Sul, os 190 mil estudantes das 347 escolas da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul iniciaram o ano letivo de 2021 de forma remota, utilizando aplicativos e ferramentas do Google e da Microsoft. Ainda não há previsão de retorno presencial. 

Paulo Fenandes, Subcom

Fotos: Chico Ribeiro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também