Recém-criada, Associação Nova Esperança busca apoio do governo de Nova Andradina

Secretário Hernandes Ortiz elencou os projetos e benefícios que o município pode oferecer aos produtores do assentamento São João

O secretário de meio ambiente e desenvolvimento integrado (Semadi), Hernandes Ortiz, se reuniu com representantes da Associação Nova Esperança, formada por pequenos produtores do assentamento São João, na manhã desta segunda-feira (29). Por intermédio do vereador Alemão da Semente, o grupo solicitou o apoio do governo municipal no tocante a regularização de lotes e melhorias com foco no aumento da produção.

A presidente da Associação, Elaine da Silva Moreira Dias, relatou as demandas da associação, recém-criada. “Primeiramente, a associação precisa de apoio para se regularizar perante os órgãos governamentais. Depois, vamos buscar parcerias junto ao município para conseguir maquinários adequados como resfriadores e tratores, mudas, enfim, todo o suporte para melhorar as condições dos assentados”, declarou.

Ortiz afirmou que o primeiro passo, de fato, é a regularização da Associação através de cadastro e outros documentos, a participação efetiva no Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, entre outras medidas necessárias para organizar a instituição.

Em seguida, elencou os projetos desenvolvidos ao longo dos últimos quatro anos e benefícios que a Prefeitura, através da Semadi, oferece ao homem do campo. “Cabe ao poder público dar condições para que o produtor tire seu sustento e da sua família. Para tanto, a Prefeitura oferece assistência técnica, cursos de capacitação, elaboração de projetos de irrigação, melhoria genética do rebanho bovino, maquinário agrícola, entre outras iniciativas para fortalecer o setor nos assentamentos e demais áreas rurais”, frisou o gestor.

Hernandes Ortiz disse que é importante conhecer a aptidão do assentamento, para que os recursos alocados sejam investidos com eficiência e consigam alcançar o maior número de assentados. “A pecuária leiteira tem se mostrado um dos pontos fortes da nossa região. Por isso, temos investido em projetos de melhoria genética dos rebanhos, com cursos de inseminação artificial, mudas de capiaçu, calcário, projetos de irrigação de áreas. Isso trouxe bons resultados, ampliou a produção e gerou renda às famílias. Estamos aqui para ajudar e somar forças, o que for possível, o prefeito determinou que seja feito”, reiterou o secretário de desenvolvimento integrado.

O assentamento São João conta com uma área de 16 hectares, distribuídos em 180 lotes.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também