Projeto de lei de administração anterior impede prefeito de reduzir impostos

Juliano Ferro, prefeito municipal de Ivinhema, esbarrou na lei de renúncia de receita, não podendo oferecer descontos e privilégios aos contribuintes.
Alguns dos contribuintes até tiveram uma pequena redução nos valores de sua taxa de coleta de lixo por conta da revisão nos cadastros, também não foi repassado o aumento que já estava calculado pela administração anterior.

Um dos sonhos do prefeito Juliano Ferro era fazer uma cobrança bem inferior à taxa do lixo.
Uma Lei criada na gestão do prefeito anterior Eder Uilson França Lima (Tuta), impede que o prefeito atual e até mesmo em gestões futuras possa mudar para menor a taxa de cobrança da coleta de lixo.
Juliano Ferro disse estar triste, pois foi uma de suas promessas de campanha, quero ser diferente mostrar que é possível fazer uma administração justa e com o povo pagando menos impostos.

O prefeito já sinalizou que o município terá uma empresa 24 horas fazendo a limpeza de ruas e avenidas, e que a cobrança será em parcelas mais suaves, aos contribuintes, serão nove parcelas.
“Não vamos parar por aqui, temos um mandato pela frente, minha meta sempre foi e será oferecer mais qualidade de vida para nossa gente com custo menor na carga tributária.”

Para reduzir o impacto na cobrança da taxa de lixo que não foi possível de imediato, vamos oferecer anistia de juros e multas em outros impostos, e fazer com que os cidadãos Ivinhemenses se sintam valorizados.

Fonte: Rosa Barros

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também