Produtor atendido pelo Senar/MS reduz mortalidade de mudas e aumenta produtividade de seringueiras

Com as orientações da Assistência Técnica e Gerencial, Paulo Júnior projeta plantio para os próximos 8 anos.

As recomendações da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar/MS foram primordiais para os resultados que o produtor Paulo Júnior obteve na implantação da produção de seringueiras, em Paranaíba. Houve redução da mortalidade de mudas e aumento da produtividade, permitindo planejamento de plantio para os próximos 8 anos. Esse é o case de sucesso do #TransformandoVidas desta semana.

O produtor conta que, quando foi procurar apoio do Senar, os técnicos foram muito prestativos e se prontificaram a auxiliar na atividade em todas as etapas. Em 30 hectares, foram plantadas 15 mil mudas, totalizando 500 plantas por hectare.

“Foi um suporte importante para que pudéssemos reduzir a mortalidade das mudas. Os técnicos nos orientaram desde o layout do plantio até a adubação, para que não houvesse desperdício de materiais. Isso nos trouxe uma segurança muito maior”, relata Paulo, que atualmente reside em Belém, no Pará.

“Como a gente mora distante, a orientação técnica do Senar junto aos nossos funcionários é essencial. Sempre que temos dúvidas, encaminhamos aos técnicos pelo WhatsApp, e-mail ou fazemos ligações”, comenta.

Além do plantio e orientações no manejo das mudas, o planejamento gerencial vem sendo um diferencial, pois está voltado ao aumento da lucratividade e, principalmente, ao desenvolvimento sustentável da propriedade.

“O Senar nos ajuda em todos os pontos, desde a parte técnica até a parte gerencial, e isso nos deixa mais confiantes para seguir com um planejamento para os próximos oito anos de plantio”, acredita.

Transformando Vidas – Toda sexta-feira, o Sistema Famasul divulga uma reportagem sobre a atuação do Senar/MS e as suas transformações no campo. Que tal se inspirar em outros depoimentos? Acesse o canal no YOUTUBE.

Confira outras reportagens sobre Florestas Plantadas em ‘Mercado Agropecuário’ e ‘Educação no Campo’.

Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul – Leandro Abreu

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também