Prefeitura de Dourados dá início a instalação de contêineres em área indígena

A ação é coordenada pelo IMAM e prevê o descarte correto de resíduos sólidos

A Prefeitura de Dourados, através do IMAM (Instituto do Meio Ambiente de Dourados), deu início às ações para realizar a coleta de resíduo sólido em aldeias indígenas do município. O serviço será disponibilizado primeiro na Reserva Indígena e na Terra Indígena Panambizinho. Cerca de 20 contêineres serão posicionados em pontos estratégicos para facilitar o descarte correto do lixo.

De acordo com o diretor-presidente interino do IMAM, Wolmer Sitadini Campagnoli, o Instituto tem programado ações seguindo as demandas encaminhadas pela comunidade indígena.

“Nós temos trabalhado em conjunto pensando no benefício que esses pontos de descarte de resíduo sólido melhorarão no dia a dia da comunidade, proporcionando um local correto e evitando que esse material acabe ficando na natureza. Os 20 contêineres foram adquiridos com recursos do ICMS Ecológico”, aponta.

A construção das bases que receberão os contêineres está em andamento pela Semsur (Secretaria Municipal de Serviços Urbanos). Os departamentos de Educação Ambiental e Arborização recebem as solicitações das comunidades e desenvolvem projetos voltados para o cuidado com o meio ambiente.

“Nós ainda temos outras ações para realizar nas comunidades, alguns em parcerias com as universidades, todos com o mesmo viés: de cuidar da natureza. Embora sejam projetos diferentes, são, em sua maioria, atividades de reflorestamento e recuperação de áreas degradadas”, pontua Campagnoli.

Contêineres que serão instalados na Reserva Indígena e na Terra Indígena Panambizinho.

Foto: Assecom

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também