Para prevenção aos focos de incêndio no Pantanal de MS, IHP e Sindicato Rural alinham atuação

Os incêndios no Pantanal sul-mato-grossense no ano de 2020 foram os maiores já registrados na história. Para evitar que tamanha devastação acometa novamente a região da Serra do Amolar e seu entorno, foi que o Instituto Homem Pantaneiro (IHP) se uniu com Sindicato Rural de Corumbá para alinhamento com relação aos trabalhos de prevenção e duplicação do que já vem sendo feito pela Brigada Alto Pantanal.

De acordo com o presidente do IHP, coronel Ângelo Rabelo, a reunião com Luciano Leite, presidente do Sindicato Rural, permitirá a garantia de proteção à reserva e também às fazendas do entorno. “É de suma importância esse alinhamento pois permite que evitemos ainda mais perdas ao nosso Pantanal”, diz.

Por conta dos vários dias de seca, a região tem maior propensão a sofrer com queimadas, e por isso é tão importante o trabalho da Brigada. “Estamos buscando essa união com o IHP pois vimos como a região do Castelo e do Acurizal foram afetadas em 2020. E com essa Brigada que o instituto do Homem Pantaneiro vem trabalhando, queremos levar também isso aos produtores rurais, para que em parceria a gente tente evitar esses incêndios florestais que tivemos no Pantanal sul-mato-grossense em 2020”, pontua Luciano Leite.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também