Governo do MS quer que privatização da Eletrobrás contemple estados do Centro-Oeste e Tocantins

Em Brasília, o governador Reinaldo Azambuja se reuniu com o ministro de Minas e Energia, Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior, de quem cobrou a contemplação de Mato Grosso do Sul e de outros estados que não foram incluídos na Medida Provisória 1031, que trata da desestatização da Eletrobrás.

Para o governador o texto privilegia estados da região Norte e Nordeste e pediu atenção a outras unidades da federação. Segundo o governador a proposta foi muito bem recebida pelo ministro.

De acordo com a atual proposta de privatização, a Eletrobrás deverá desenvolver projetos de revitalização da bacia do Rio São Francisco, de redução estrutural de custos de geração na Amazônia Legal e de revitalização de recursos hídricos das bacias hidrográficas na área de influência dos reservatórios das usinas de Furnas.

O projeto de privatização proposto pelo governo federal será feito através da venda de novas ações no mercado, de modo que a participação da União seja reduzida para menos de 50%.

Katiuscia Fernandes – Subcom

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também