Governo diz que aplicação da Dose 2 da Coronavac pode sofrer atraso


A SES (Secretaria de Estado de Saúde) informou que as pessoas que tomaram a Dose 1 do imunizante Coronavac, produzido pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, terão que aguardar mais que 28 dias para tomar a Dose 2 devido a falta do imunizante.

Segundo nota técnica publicada no portal da SES, a falta da vacina é causada pelo atraso no recebimento de insumos para a fabricação da vacina pelo instituto Butantan. Na última remessa enviada ao Ministério da Saúde havia apenas 700 mil doses do imunizante para todo o país.

A SES pede que a população tenha paciência e compreensão com o retardamento, ressaltando que o atraso no envio das doses da Coronavac não compromete a eficácia da vacina nos pacientes.

Isso significa que a vacinação com Dose 2 da Coronavac, em Dourados, poderá sofrer atrasos. A Prefeitura informa que assim que receber novas doses do imunizante fará o chamamento público para que as pessoas recebam a Dose 2, já que todas as remessas que o município recebe chegam pelo Plano Nacional de Imunização.


Prefeitura de Dourados
Assessoria de Comunicação Social

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também