Comitê Gestor dos Municípios do Corredor Bioceânico promove 1ª reunião visando integração regional e desenvolvimento econômico

A primeira reunião do Comitê Gestor dos Municípios do Corredor Bioceânico aconteceu, nesta quarta-feira (28), de forma on-line, reunindo as autoridades e lideranças. Ao todo são cerca de 25 municípios participantes.

Sob a presidência da prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, as lideranças discutiram estratégias que visam desburocratizar as relações aduaneiras, facilitar o transporte de cargas e passageiros, impulsionar o comércio regional, além de diversificar a oferta de bens e serviços e promover a cooperação em iniciativas de ciência, tecnologia e inovação.

Um dos principais pontos discutidos foi a busca por eficiência logística e integração econômica. Neste sentido, algumas iniciativas precisam ser concretizadas, como a construção da Ponte que une Porto Murtinho a Carmelo Peralta e a finalização da pavimentação asfáltica, a partir de Mariscal Estigarribia, no Chaco Paraguaio.

Representante de Mariscal Estigarribia, Roque Ramón, disse que estão sendo desenvolvidas diversas atividades e já foram contratados 4 consórcios para conclusão das obras. “Estamos trabalhando para a pavimentação da rodovia e temos a previsão de finalizar em dois anos, conjuntamente com a ponte da Integração. Estamos trabalhando fortemente e acelerando os processos”, disse.

Para estarem alinhados às ações conjuntas, que objetivam potencializar o desenvolvimento de toda a região, foi definido na reunião a criação de um grupo de WhatsApp para comunicação ágil entre os membros; atenção aos aspectos sanitários, fitossanitários e ambientais para garantir a segurança e sustentabilidade das operações. Também ficou determinado a análise FOFA de cada localidade, identificando suas forças, oportunidades, fraquezas e ameaças; além do estudo das zonas aduaneiras e de fronteira, visando facilitar o comércio intracorredor; a identificação e superação de entraves logísticos e a discussão sobre infraestrutura para melhorar a conectividade regional.

Para a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, a reunião representou um passo significativo rumo à integração regional e ao desenvolvimento econômico sustentável. “Com uma agenda clara e objetivos bem definidos, os participantes demonstraram seu comprometimento em superar desafios e aproveitar oportunidades para construir um futuro mais próspero e integrado para a região”, concluiu.

Além disso, foi realizado um convite para a EXPOGRANDE 2024, que acontecerá de 04 a 14 de abril, destacando a importância da participação dos membros como expositores e/ou visitantes. A feira, de caráter multissetorial, proporcionará uma oportunidade única para promover os produtos e serviços da região, bem como estabelecer contatos e parcerias que impulsionem ainda mais o desenvolvimento econômico e a integração regional.

“A reunião foi um sucesso e só temos o que comemorar, estamos à frente deste grande projeto que nos levará a novos mercados e novos caminhos. Além de abrirmos espaço para os demais países com a possibilidade da vinda para a Expogrande que também abre portas para o empresário de Campo Grande se internacionalizar, visualizando novas oportunidades com o Corredor Bioceânico, principal opção de RILA para a nossa Capital”, finalizou.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Leia Também