Com shopping como vizinho, hotéis recebem famílias de viajantes em busca de praticidade

Praça de Alimentação, caixas 24 horas e até parque ajudam na hora da escolha

Quando o Shopping Bosque dos Ipês foi inaugurado, em 2013, ele já tinha alguns vizinhos bastante antigos. Graças à localização estratégica, bem no encontro da estrada MS-060 com a BR 163, uma das rodovias mais importantes do Centro-Oeste, o ponto era o ideal para o descanso dos viajantes que estavam no meio da viagem para o norte do Mato Grosso ou para outros estados, por isso, uma série de hotéis se instalou no local. 

Mesmo com a pandemia e com o desaquecimento do segmento turístico, esse tipo de hospedagem continua atraindo hóspedes, pois acaba servindo ao grande fluxo de pessoas que viajam pelas estradas do Mato Grosso do Sul. O mais antigo da região é o Hotel Grande Anel, inaugurado no final da década de 1980, um hotel de pouso, ou seja, uma hospedagem para quem precisa descansar antes de seguir adiante com a viagem. Sua estrutura é simples, mas muito aconchegante. Para o proprietário João Chilante, a ideia é que seus hóspedes se sintam à vontade e, mais do que isso, que possam relaxar ao final do dia e recarregar as energias, como se realmente estivessem em suas casas. Ele conta que desde sua abertura, viu a área se transformar completamente. “Estou aqui desde o início da construção do Anel Viário, por isso, o nome do hotel. Havia pouquíssimas construções ao redor, praticamente apenas fazendas, o hospital São Julião e algumas casas no bairro Nova Lima”, pontua. Com a chegada do Shopping Bosque dos Ipês, muitos outros empreendimentos se instalaram ali, incluindo o condomínio Alphaville e a loja Leroy Merlin, que deixaram a região ainda mais movimentada. Além disso, o hotel passou a receber novos tipos de clientes. O empresário explica que, originalmente, grande parte dos hóspedes eram pessoas ligadas ao agronegócio, que estavam de passagem pela cidade, mas após a inauguração do Bosque, ele passou a ver também que famílias começaram a se hospedar ali, atraídas pelas opções de lazer, alimentação e pelas lojas do local. 

Quem também viu a clientela mudar foi Elaine Bringhenti, proprietária do Nosso Hotel, outro ponto de hospedagem que fica bem em frente ao Shopping Bosque dos Ipês. “Recebemos pessoas que estão viajando pela BR-163, precisam pernoitar e preferem não entrar na cidade. Muitas delas fazem essa viagem pelo menos uma vez por ano e, é claro que, ter um shopping próximo ao hotel ajuda a captar famílias, principalmente aquelas que têm crianças e adolescentes”, pontua. 

Segundo Elaine, além das opções de alimentação do Bosque, as lojas e o UCI Cinemas, o Parque de Diversões Vitinho Park também chama a atenção de quem passa por ali. Outro ponto positivo para a empresária é a praticidade que o estabelecimento oferece ao dia a dia do hotel: “Estamos sempre indicando aos hóspedes que eles encontrarão caixas eletrônicos, Lotérica e a Praça de Alimentação ali. Na minha opinião, o Bosque ajudou a tornar os hotéis da região mais atrativos”, pontua.

Para Diogo Salgado, gerente de marketing do Shopping Bosque dos Ipês, a ideia é que o estabelecimento seja sinônimo de praticidade e possa servir não apenas aos hóspedes dos hotéis ao redor, mas também uma boa opção aos viajantes que estejam de passagem e precisem de um ponto de apoio. “Temos uma Praça de Alimentação que funciona diariamente de segunda a domingo durante todo o dia, inclusive com delivery. Além disso, estabelecimentos como as Lojas Americanas, por exemplo, podem ser úteis para quem precisa comprar lanchinhos e outros itens necessários para o caminho. Sobretudo, acredito que o Shopping Bosque dos Ipês seja uma boa parada também para relaxar, esticar as pernas e tornar a viagem ainda mais interessante e divertida”, afirma.

Fonte: Evelise Couto

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também