Ações integradas mantêm Batayporã com baixa incidência de dengue

Fiscalização e limpeza urbana buscam conter avanço da doença; 23 municípios de MS já refletem alta incidência
DCIM101MEDIADJI_0908.JPG

O último boletim epidemiológico da dengue publicado pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES-MS) elenca Batayporã entre os municípios com baixa incidência da doença. A cidade contabiliza apenas sete casos prováveis e figura em 50º no ranking estadual, que considera o número de casos em relação à população local. Os dados correspondem à 14ª semana epidemiológica.

Segundo o prefeito Germino Roz, há uma força-tarefa entre a gestão em Saúde e o Departamento de Serviços Urbanos no intuito de manter a situação sob controle. “Os agentes comunitários de endemias estão realizando um trabalho fantástico de fiscalização e orientação. Apenas em janeiro, durante o mutirão foram 3.410 domicílios percorridos em 13 dias, além das fiscalizações de rotina que continuam”, descreveu.

Outra frente é a limpeza urbana, que tem se empenhado em realizar roçagens, podas e recolhimento de entulho. “É preciso pensar de forma integrada. Com a cidade limpa, temos menos focos de proliferação do mosquito transmissor. É bom estarmos com tudo em dia enquanto as chuvas dão trégua. A água e o calor são condições ideais para o aedes aegypty se procriar”, analisou Germino.

Ainda de acordo com o prefeito, a atenção ao cenário se deve à preocupação em evitar uma epidemia de dengue em meio à pandemia do novo Coronavírus. “A estrutura de toda a região já está muito comprometida atendendo às pessoas que estão contraindo Covid-19, não podemos permitir que a dengue seja mais um agravante nesse momento que vivemos”, concluiu.

Outros 23 municípios já estão classificados com alta incidência de dengue, dentre eles duas cidades com taxas populacionais próximas das de Batayporã, que atualmente estima uma população de 11.349 habitantes.

Disk Denúncia

Batayporã conta com um Disk Denúncia para relatar sobre terrenos sujos, com mato alto e acúmulo de lixo e entulho. O serviço funciona por meio do whatsapp (67) 99284 2904 e também vale para denunciar locais com presença de animais peçonhentos, como cobras, aranhas e escorpiões.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também