Acessível e mais seguro: Procon/MS ganha novo prédio em Campo Grande

Planejado para garantir melhores condições de atendimento à população com mais segurança e acessibilidade, o novo prédio do Procon/MS (Secretaria-Executiva de Orientação e Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul) foi inaugurado na Rua Padre João Crippa, 3.115, Bairro São Francisco, em Campo Grande.

A mudança representa um avanço nos serviços oferecidos aos consumidores. Até abril deste ano foram 8,2 mil atendimentos feitos pelo órgão. Em 2023 o número chegou a 21,5 mil.

Com uma área construída de 3.854 m², o novo prédio tem 41 vagas de estacionamento, duas copas, banheiros e móveis adaptados em todos os cinco andares, dois elevadores, piso tátil, detectores de fumaça e luzes de emergência. A estrutura conta ainda com soluções de climatização, conectividade e câmeras de videomonitoramento.

Para aumentar a segurança foi colocado na entrada um detector de metais auxiliando os policiais militares que vão se revezar em turnos durante o trabalho no local.

“Aqui a gente tem espaço, tem segurança, tem equipamento e tem todo um ‘design’ preparado para o Procon. O prédio anterior era adaptado ao Procon, aqui não. Ele é desenhado, preparado para atender as nossas rotinas e o nosso público”, declarou Angelo Motti, secretário-executivo de Orientação e Defesa do Consumidor de MS.

O Governo do Estado quer tornar o acesso ao local ainda mais fácil. “O novo prédio reflete o compromisso com as pessoas, com a qualidade no atendimento desde o início, e por isso já começamos as tratativas para que esse endereço tenha mais acesso por linhas de ônibus, garantindo que o consumidor e a consumidora busquem seus direitos de forma mais prática, ágil e célere”, disse o governador Eduardo Riedel, durante a inauguração.

São 130 servidores trabalhando no órgão na Capital, entre eles, Gilsienny Arce Munhoz, gestora de ações sociais. “A forma como está composto o prédio em si, como está distribuído, a conciliação, o atendimento separadamente. Uma pessoa acaba não ouvindo o que o outro está dizendo. Ninguém precisa saber qual sua dívida, qual seu problema. Tem uma sala totalmente individualizada que vai atender o consumidor endividado”, destacou a servidora.

O sistema previsto é “multiportas” onde o consumidor vai escolher a melhor forma de acessar o serviço: presencialmente, via telefone ou de maneira digital.

Defensoria Pública e OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) contam com salas no local. O prédio tem ainda postos de atendimento das concessionárias Águas Guariroba e Energisa.

No segundo semestre deste ano, o espaço passará a abrigar o CAM (Centro de Atendimento ao Migrante) que faz parte da estrutura da SEAD (Secretaria Executiva de Direitos Humanos). O serviço oferece orientações, encaminhamentos e emissão de documentos. Só no ano passado foram mais de 10 mil atendimentos.

“O maior avanço é efetivamente dar a inclusão às pessoas que precisam porque além do usuário do Procon, vem também o migrante que precisava há bastante tempo ser melhor acolhido, de uma forma integrada e ver o seus problemas resolvidos”, disse Patrícia Cozzolino, secretária de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos.

O antigo prédio da Rua 13 de Junho ainda sedia a Decon (Delegacia Especializada Repressão aos Crimes contra as Relações de Consumo). Por este motivo, no novo endereço haverá uma sala da Polícia Civil usada para informações aos consumidores.

O Procon/MS também está presente nas unidades do Fácil Aero Rancho, Bosque dos Ipês e no CIJUS (Centro Integrado de Justiça). O atendimento digital é feito pelo site do órgão, por meio do “Reclamação Online” e “Formulário de Denúncia”, assim como pelo aplicativo “MS Digital”.

Danielly Escher, Comunicação Governo de MS
Fotos: Álvaro Rezende

ATENÇÃO: confira aqui o pack imprensa com imagens de apoio, falas de autoridades e fotos

Facebook
Twitter
WhatsApp

Leia Também