Candidato registra B.O. por suposto esquema fraudulento

Autor: Tony Ueno

28.10.2016

Nesta quarta-feira começou a ser distribuído por grupos do Whatsapp dois áudios atribuído ao locutor e diretor da FM 104.7 (Rádio Educativa), Anderson Barão, ex-presidente da JPSDB e atualmente comissionado do governo do estado com lotação na TV e Rádio educativa. As redes sociais em Campo Grande estão sendo usadas para fazer campanha e principalmente publicar particularidades dos bastidores das duas campanhas e supostas denúncias.
 
A publicação que se divide em duas partes mostra a seguinte informação: “Seguinte, nesses quinze dias aí que faltam, tamo precisando de um povo aí praaa...uns trabalhos aí mais parte noturna assim e vamos fazer trezen...”
 
Na continuação em outro áudio a conversa continua: “Vamos fazer trezentos e cinquenta reais, se for do seu interesse, tu me avisa e a gente dá andamento”.
 
Juntamente com o áudio supostamente gravado por Barão foram distribuídos “prints” de tela de celular de uma conversa do aplicativo whatsapp onde Barão garante que terá uma pesquisas com números favoráveis à sua candidata Rose Modesto.  Ao apresentar os números a outra pessoa da conversa questiona: “Agora vai então”, Barão Responde: Precisa ir – Somos treinados pra isso. Na sequencia da conversa Barão publica uma pesquisa de um jornal diário da Capital com a seguinte Manchete: Rose Avança, Marquinhos despenca e vê a rejeição aumentar no 2º turno.
 
Em outro conversa, Anderson explica em texto qual seria o “trabalho” que ele estaria contratando para período noturno por R$ 350. “Só adesivos, panfletos e “ações”. Em outra dessas coincidências que só ocorrem em período eleitoral, foram vistos motoqueiros trabalhando desde madrugada entregando gratuitamente a publicação do jornal que publicou a pesquisa que contraria todas as outras aferições, segundo comentários nas redes sociais.


 
As perguntas agora são: Andersom Barão foi afastado do cargo que ocupa para trabalhar na campanha de Rose Modesto? As contratações que o locutor está realizando milagrosamente aparecerá na prestação de contas da candidata? Será que essa estratégia de combinar números com jornais será o suficiente para enganar a população?
 
O Blog Diário da Mídia, ligou para o coordenador geral da campanha do PSD, e obteve a seguinte resposta. “Por precaução, Marquinhos Trad registrou um B.O. (boletim de ocorrência) para as autoridades competentes fazer uma investigação. É lamentável tudo isso que está ocorrendo em Campo Grande”, disse o presidente regional do PSD, Advogado Antônio Lacerda.


 
Estamos de olho! 
 
 
 

Fonte: Facebook / WhatsApp / Policia Civil

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: