Vereança: Já escolheu seu malvado favorito?

17.10.2020

NIKITA  KHRUSHCHEV : (ex- Premier da URSS)  “Os filhos de seus filhos viverão sob o comunismo. Vocês ocidentais, são tão crédulos que não aceitarão o comunismo de uma vez, mas continuaremos alimentado-os com doses de socialismo até que você finalmente descubra que já tem o comunismo para sempre. Não teremos que lutar com você. Enfraqueceremos sua economia até que caiam como frutos maduros em nossas mãos”. ( discurso na  ONU em 1959)

A TÁTICA:  Controlar a assistência médica; aumentar o nível de pobreza para facilitar a manipulação; incentivar o aumento da dívida pessoal; controlar a posse de armas da população; assumir o controle do bem estar (alimentação, moradia, renda) para aumentar a dependência do Governo; controlar o que as pessoas leem e ouvem – garantindo o controle do que as crianças aprendem na escola; eliminar Deus e a religião de suas vidas; promover a luta de classes – dividindo os ricos e pobres eliminando a classe média.  Isso já ocorre na Venezuela e Cuba.

OS PROFISSIONAIS:  29 políticos foram candidatos em todas as eleições desde 2.000. De 2 em 2 anos eles foram candidatos a algum cargo.  Daqui aparece Marcelo Bluma. Deste time, 17 se elegeram uma única vez, 11 ficaram na suplência e apenas um jamais conseguiu se eleger.  Trata-se do folclórico Levy Felix que acostumamos com sua imagem nos programas eleitorais.

FIGURAÇA: Levy Felix estreou como candidato em 1986 e já participou de 16 eleições, inclusive a Presidente da República.  Ele só não foi candidato ao senado. Agora postula a prefeitura de São Paulo pelo PRTB.  Otimista, acha que tem chances por estar no partido de Hamilton Mourão. Mas as pesquisas mostram que ele teria só 1% das intenções de votos.

A DIFERENÇA: Para nós o ICMS do gás representa 14% da receita (R$1 bilhão anual) e para Santa Catarina apenas 0,25%. Mas São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santta Catarina querem reverter a decisão do STF que deu ao MS o direito ao imposto. O impasse continua após o adiamento no último dia 15 para 21 do julgamento do caso no STF. É torcer, torcer!

PROMESSAS: Elas estão por aí. Uma delas é a construção do hospital municipal da capital. Ignora-se o custo da construção, mobiliário, equipamentos e manutenção mensal. Os exemplos da Santa Casa e do Hospital Regional mostram a realidade: eles acabam atendendo pacientes de todo o Estado, Paraguai e Bolívia – o que tem sufocado as finanças destes nosocômios.

CÂMARA LENTA:  Esse tem sido o ritmo da campanha na capital. Esperava-se que com o início da propaganda o clima ficasse efervescente. Os temas críticos à atual administração são repetitivos.  Percebe-se: a intenção é provocar o 2º turno na tentativa de reverter o favoritismo de Marcos Trad (PSD). Mas o eleitor sabido resiste a ideia de se trocar o certo pelo duvidoso.

NO VÍDEO os candidatos tentam chamar a atenção com sorrisos, frases de efeito, roupas coloridas e gestos extravagantes. Candidatos dos partidos nanicos, com poucos segundos de exposição na TV estão recorrendo as redes sociais. É possível até que possam surpreender se o discurso agradar em cheio a determinados nichos do eleitorado um tanto quanto ressabiado.

TUDO PODE: Os anúncios no horário eleitoral continuam genéricos. Prometem milagres mas  não detalham como  usar a varinha mágica para resolver os problemas e diminuir tributos que fazem o caixa da prefeitura.  É usual o argumento de ‘buscar reforços’ em Brasília como se o país não passasse por uma dura contenção de investimentos. Enfim, o velho discurso ressurge.

PADRINHO:  Ele apenas ajuda ou seria decisivo na vitória do candidato que apoia?  A transferência de prestígio depende de vários fatores, Não é tão simples assim. Depende do cenário, do perfil do candidato apoiado e dos adversários.  Se o candidato não tiver luz própria e  discurso convincente de nada adiantará o currículo do padrinho.  Lembra? Temos exemplos marcantes de desastres em eleições estaduais e mesmo na capital.  Portanto...

PESQUISA IBOPE:   Marcos Trad 41%, Harfouche 11% - P, Kemp 6% - Delegada Sidneia 4% - Dagoberto 3% - Vinicius 3% - Bluma, João Henrique, Esaqueu 2% - Miglioli, Marcio Fernandes, Tio Truts 1% - P. Matos, Guto Scarpant, Cris Duarte, Thiago Assad  0/% - Branco/nulo 13% - não sabe 9%.  Ouvidos 602 eleitores em Campo Grande nos dias 14 e 16 de outubro. Sob encomenda da TV Morena e registrada no TSE sob identificação MS-01902/2020, margem de erro de 4 pontos percentuais.

NÚMEROS  pesquisa do ‘Instituto Ranking’ em Dourados realizada nos dias 12 e 14 de outubro, registrada sob nº 06840/2020 no TSE, ouvindo 600 pessoas maiores de 16 anos.  Estimulada: Barbosinha (DEM) 45,20% - Alan Guedes (PP) 15% - Wilson Matos 7,20% - Hacid Harb (Republicanos) 4% - Prof. João Carlos (PT) 3,40% - Jeferson Bezerra (PMN) 3,20% - Mauro Thronicke (PSL) 1,20%.  Não sabe, não votou 20,80%.   

POSITIVOS  os números da economia do Estado. Apesar do Covid as previsões e até 2021 o PIB crescerá 2,7%. A arrecadação do ICMS em Julho e Agosto comparando com o igual período de 2019 – cresceu cerca de 6,19%.  Daí que o Governo paga em dia funcionários e fornecedores, além de investir pesado em obras de infraestrutura na capital e interior.

DESTAQUES:  Ex-ministro da Saúde Luiz Mandetta no ‘Roda Viva’ da TV. Cultura e do deputado Fabio Trad (PSD) relator da Comissão da PEC da 2ª.a Instância – insistindo na reinstalação da mesma. Injustificável culpar o Covid-19. O presidente Rodrigo Maia (DEM) desconhece os recursos da internet para resolver problemas à distância? Muito estranho. 

O TEMA dominante nas redes sociais é André do Rap. Questionamentos e ironias mostram o  opinião do brasileiro. : “Rigor máximo com o ladrão de xampu. Alívio da pena ao chefe do PCC. Qual a lógica desse STF?”  No imaginário do cidadão comum há tratamentos diferentes  e posturas incompatíveis dos ministros do STF - que vivem noutro planeta, em outra realidade.

‘BOI BOMBEIRO’: Não é invencionice como o pessoal da ‘esquerda verde’ diz criticando. Arnildo Pott – agrônomo e doutor em ecologia vegetal – 28 anos pesquisador na Embrapa Corumbá e professor da UFMS afirma que ao rebaixar o pasto, a boiada diminui o chamado combustível. Quanto menos alto o pasto, menores as chances do incêndio se propagar.

É GUERRA?  Virou assunto nacional a foto de Juliana Gaioso, candidata a vereança pelo PSl aqui na capital. Ela aparece envolta na bandeira do Brasil numa mão a pistola e na outra a imagem de Nossa Senhora. Ela foi assessora da senadora Soraia Thronicke (PSL) e acabou denunciada pelo deputado Fabio Trad junto a Procuradoria Geral da República por extremismo.

RESOLVE?  A grande mídia aposta na vitória de Joe Biden como se isso representasse uma vantagem ao Brasil. No Congresso há 47 anos, Biden se porta como um neófito nas questões referentes a Amazônia por exemplo. Precisamos entender que todo ‘inquilino’ da Casa Branca ,seja ele quem for,  prioriza os interesses dos Estados Unidos.  E não podia ser diferente.

CORRUPÇÃO:  Ela persiste atravessando gerações e governos de partidos diferentes. Esse episódio do senador com dinheiro na cueca lembra aquele outro do assessor petista em situação idêntica ou ainda as malas de dinheiro do ex- deputado Geddel Vieira. Mas o ‘sistema’  beneficia poderosos, flexibilizando  regras e penas.  Neste país quem é mesmo que fica preso?

NO FACEBOOK:

Bandido bom é bandido solto

 

Fonte: Manoel Afonso

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: