Anaurilândia - Plantio de soja avança em áreas antes dominadas pela pecuária

Autor: José Almir Portela

13.02.2020

Tendo nas últimas décadas como seu carro chefe da economia local a pecuária bovina, o município de Anaurilândia vê aos poucos o plantio de soja tomando conta de grandes áreas de pastagem que antes serviam para criação de gado.

Com terras férteis e apropriadas para o plantio de grãos, a soja começa mudar o cenário de quem cruza pelas estradas que cortam o município. De acordo com o Sindicato Rural e também com base em uma breve pesquisa junto ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) pode-se perceber que apenas de um ano para outro, ou seja, da safra de 2019 para 2020, houve um salto de mais de 28% na área plantada de soja.

Ainda no ano anterior, na safra de 2018 para 2019, a área plantada do grão foi de 17.500 hectares. Já neste ano de 2020, a área do plantio saltou para 22.500 hectares, tendo um crescimento de 5000 hectares.

Outro fato que chama atenção também é o aumento na produção de sacas de soja por hectare, quando de uma safra para a outra, houve um acréscimo de 16% na produção, saltando de 43 para 50 sacas por hectare.

De acordo com Fernando Tacca, secretário municipal de Agricultura, para este ano há uma previsão de que a safra em Anaurilândia possa superar facilmente a casa de mais de um milhão de sacas colhidas.

Nas palavras dele, a soja em grão se destaca no comércio nacional e internacional e, em Anaurilândia, a expansão da produção traz renda e emprego para a comunidade local.

Fernando destaca ainda o papel fundamental do Sindicato Rural neste contexto, pois segundo ele, ali surge grande parte dos produtores, e, além disso, a entidade é responsável pelos movimentos que vêm atualizando a cada dia os responsáveis pela cultura no que se refere ao aumento na produção.

Ele afirma que as trocas de informações, tecnologias e experiências são fundamentais em quaisquer níveis do conhecimento, e no campo, segundo ele, não e diferente.

O aumento no plantio de soja já vem atraindo investidores. De olho no crescimento e no potencial apresentado, uma grande cooperativa se instalou recentemente no município e já com previsão de ampliador sua área além do armazém de recebimentos de grãos.

A empresa prevê também a construção de uma revenda de insumos agrícolas, que deve ocorrer já nos próximos anos.

Uma empresa que comercializa maquinários agrícolas, também já teria procurado a Secretária Municipal de Indústria e Comércio demostrando interesse em montar um entreposto na cidade.

A proposta, segundo foi apurado, já se encontra em análise junto ao Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico.

Fonte: Nova News

Voltar ao Topo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Envie sua notícia

(67) 99968-0055

© 2019 Diário MS News. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
Livre reprodução, transmissão ou redistribuição dos conteúdos sem edição. Pede-se a citação do crédito.

Site desenvolvido por: