Ações para o Plano de Desenvolvimento Econômico de Batayporã são definidas em oficina

Assessoria de Batayporã

Na manhã desta quinta-feira (7), representantes da Prefeitura Municipal de Batayporã e lideranças locais reuniram-se com a equipe do Sebrae/MS, para estabelecer ações de melhorias para o município. Como parte do programa Cidade Empreendedora, aderido pela prefeitura neste ano, a reunião consistiu na Oficina de Planejamento Participativo que propõe, a partir do diálogo com os interlocutores do município e das análises de pesquisas socioeconômicas feitas pelo Sebrae, a elaboração de um Plano de Desenvolvimento Econômico (PDE) para a cidade.

O documento vai nortear a execução do programa em Batayporã com a proposta de promover a inovação, melhorar a dinâmica e o ambiente de negócios, aumentar o desempenho empresarial e fortalecer a governança. De acordo com o prefeito, Germino da Roz Silva, o encontro possibilitou a integração do poder público com representantes da sociedade, além de ter sido um momento importante para o município.

“Para um bom crescimento da cidade é preciso ter um Plano de Desenvolvimento Econômico que é o que nós estamos criando junto com o Sebrae e com as lideranças. Foi muito importante a gente ter essa diversidade de pensamentos que a oficina trouxe, porque a administração municipal tem a tendência de pensar com o olhar para o poder público e, quando a gente escuta outros setores, e entende o que eles querem para o município, podemos elencar ações que atendam a todos. Então, foi uma agenda importante que veio somar com a nossa gestão em prol do desenvolvimento que a gente busca”, destacou o prefeito.

Segundo o consultor do Sebrae, João Renato Arceno, as ações debatidas durante o encontro estão concentradas nos seguintes eixos: redução da evasão de consumo; qualificação e empreendedorismo; meio ambiente e cidadania; e inovação e gestão pública.

“Dentro desses pilares serão promovidas iniciativas como a elaboração de um calendário de eventos municipais, o ‘gabinete itinerante’ voltado para aproximar o poder público dos cidadãos, a ‘escola cidadã’ quando serão realizadas ações voltadas para pais e estudantes dentro das próprias escolas como aulas de gestão financeira, e, por fim, a capacitação dos jovens no âmbito digital, que vem para atender uma demanda do comércio local por mão de obra que atue com redes sociais, além de gerar rentabilidade para esse público”, pontuou o consultor.

Durante a oficina, mais do que identificar o que é relevante para o município, também foi elencado qual tipo de trabalho é prioridade. O diálogo entre os interlocutores resultou em um relatório que vai ser analisado por técnicos do Sebrae e a partir dele vai ser feito o Plano de Desenvolvimento Econômico para Batayporã. O documento será entregue à gestão municipal posteriormente.

Mais informações sobre o programa Cidade Empreendedora podem ser obtidas por meio do número 0800 570 0800.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Leia Também