A vida devassa cobra seu preço!

“Eu não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem!”.
Reprodução

”Eu não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem!” A frase é um dito popular em castelhano – “Y no creo em brujas, pero que las hay, las hay’’.

A Romênia é o lar das Bruxas. Isso, evidente, se elas existirem. Alguns pesquisadores afirmam que em uma insólita reunião às margens do Rio Danúbio, as bruxas daquele país lançaram um feitiço sobre os governantes romenos que teimavam em modificar a lei para, assim, iniciar a cobrança de impostos sobre a atividade dos astrólogos e adivinhos e, ainda, sobre a bruxaria em geral.

O feitiço ficou conhecido como a “Dança das Cabeças” porque, um a um, os poderosos caíram em desgraça, terminando a vida na pobreza e ostracismo.

Verdade ou não, sempre tem alguém querendo se dar bem quando ocupa funções de comando, usando do pretenso poder de usar e abusar das pessoas, protegidas pelos cargos e honrarias, esquecendo-se que, cada vez mais, as bruxas continuam soltas.

Alguns não conseguem ter autocontrole diante do perigo e se apegam a orações, igrejas, bruxas, videntes e até sinais mágicos para que possam refrear os instintos e não tomar a decisão errada, seja para mostrar que tem poder, seja para buscar novas posições na política, na vida pessoal, empresarial, ou simplesmente se divertir com novas aventuras.

Recentemente, fatos interessantes começaram a ser comentados nos bastidores políticos em Mato Grosso do Sul (que pode ser verdade ou não), dando conta que meninas e assessoras de “político famoso”, vêm recebendo propostas maliciosas de aumentos salariais, cargos, além de outras vantagens, sendo submetidas a questionamentos constrangedores sobre a vida privada, ouvindo comentários sobre a aparência física e a forma de se vestir, além de receberem elogios vindas por mensagens de aplicativos ou de forma presencial, tudo de um certo personagem famoso por não ter freios nem contrapesos quando se depara com uma encantadora pessoa do sexo feminino.

A situação parece estar ultrapassando os limites e tem gente prevendo que o sujeito está correndo riscos demais, visto que tem esposa e filhos, e um grande escândalo se avizinha neste momento, podendo respingar muito longe, destruindo projetos de poder.

Com a modernidade tecnológica, está cada vez mais difícil de esconder ações amorosas realizadas no mundo virtual e real. Sempre tem alguém gravando, filmando, “printando” conversas e imagens que, a qualquer momento, podem vazar e espargir matéria malcheirosa para todos os lados. Para quem almeja subir na vida política, isso é muito perigoso!

Segundo os relatos de bastidores, o “político famoso” abafou dois casos, mas eles podem voltar à tona a qualquer momento. Os mais próximos e conhecedores da “fome sexual” do sujeito afirmam que a cada dia que passa está mais difícil de “tapar o sol com a peneira”. Uma hora, casos de assédios e tentativas de romances podem chegar na mídia gerando dramas incontroláveis e desastrosos. Tudo está por um fio.

Lembre-se: o assédio contra mulheres envolve uma série de condutas ofensivas à dignidade, sua liberdade e integridade física, moral ou psicológica. Onde não há consentimento, há crime! Disque 180 e denuncie!

No fundo, fica o eco da frase: “Eu não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem!”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também