“Verdade Secretas” – Cafezinhos e Pixuleco

​ Por onde tenho passado nestes últimos dias tenho ouvido frases criativas sobre os dois casos de corrupção que monopolizaram a opinião pública. Cada cidadão, ao seu estilo  manifesta sua opinião. E não há como contestar essa indignação.
 
É que finalmente o brasileiro, motivado pela sucessão de escândalos em todos os níveis da administração pública e tendo a sua disposição a internet, parece ter saído da inércia  e indiferença, que justificavam sua fama de ‘bonzinho’.
 
Sinceramente, causam repulsa as notícias sobre o ‘modus operandi’ tanto no caso  da ‘Lama Asfáltica’, como nas operações desencadeadas ao longo da ‘Lava Jato’.  Enquanto nós – simples mortais – fazemos das tripas o coração para se equilibrar  no fio da navalha deste sistema econômico de carga tributária cruel, alguns privilegiados fazem  negociatas com o dinheiro público em proveito próprio.
 
Mas objetivamente falando, há de se repetir duas perguntas que estão na boca de cada um da população: “Será que a Lama Asfáltica vira pizza?”  “Será que a sujeira da Lava Jato não atingirá Lula e o próprio Governo?”  Essa manifestação está acima das questões partidárias e de eventuais intenções de voto.
 
Impressionante a facilidade como João Amorim e Zé Dirceu operavam nos bastidores do poder, mantendo contacto com autoridades e demonstrando prestígio e total certeza de impunidade. Ambos se parecem, nas devidas proporções.
 
Se Amorim tinha portas abertas no Parque dos Poderes, o mesmo ocorria com Zé Dirceu no Palácio do Planalto. Enquanto o primeiro vendia a prestação de serviços aos poderes públicos, o segundo fazia o tráfico de influência por conta de seus tentáculos partidários plantados pelo PT nas grandes empresas estatais, principalmente.
 
“Se ambos são iguais” – como reclamam alguns, nada mais justo que sejam igualmente presos, sem diferença no tratamento de ordem legal.  Quanto a isso, os novos capítulos da ‘Lama Asfáltica’ é que definirão o futuro a curto prazo do poderoso empresário.
 
Mas o que não deve repetir em relação a Zé Dirceu, é a aquela corrente petista para se arrecadar dinheiro para pagamento de eventual multa. Seria uma heresia esse sacrifício para quem está rico e leva uma vida de opulência.  
 
De leve…
 
 
 
 
 
 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também