Vander Loubet volta ao noticiário negativo pelos gastos com viagens aéreas

MAIS UM O deputado Vander Loubet volta ao noticiário – negativo – pelos gastos com viagens aéreas. Vice-campeão na ‘modalidade’. A propósito: com direito ao foro privilegiado, ele já respondia em 2013 a 11 processos no STF. É mole?

IMAGEM O caso de Vander é apenas mais um que avacalha a figura do político junto a opinião pública. A exemplo da justificativa de seu colega Dagoberto Nogueira, Vander se ampara na legalidade dos gastos. E fica por isso mesmo.

PODE? No Brasil vota-se leis na base da emoção e pressa. A Assembleia Legislativa derrapou ao não submeter a CCJ o projeto proibindo os políticos de exercerem o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas. A tal moralidade esbarrou na própria lei.

MARAJÁS Funcionários da Assembleia Legislativa reclamam dos planos da Casa em relação ao futuro deles. Sentem-se discriminados. É que no passado a aposentadoria foi generosa para muitos ex-funcionários, apadrinhados de políticos. Entendeu?

PÉROLA O vereador (capital) Chiquinho Teles (PSD) inovando. Para justificar sua ausência na manifestação prevista para o próximo dia 15, alega que o ato não seria democrático, já que a chance de mudar o cenário ocorreu nas eleições. Pode?

GOLPE? O PT – que gostava tanto das ruas – diz que essa manifestação tem cara de golpe. Será que esse pessoal não está sofrendo no bolso as agruras do Governo Dilma? No fundo, essa gente não quer mesmo ser desmamada das tetas oficiais.

CRUZ CREDO! O Zequinha Sarney reapareceu na TV com seu PV. Aliás o PV não é nem sombra do homônimo alemão. Amarelou, é de ocasião, fazedor de negócios, como a maioria dos partidos nanicos que merecem ser varridos do cenário. Ou não?

“Se dependesse de mim, todos esses deputados corruptos, estariam na cadeia”. ( Lula)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também