Solenidade de posse de Bernal atraiu 15 dos 29 vereadores

Se servir como termômetro da anunciada paz entre as partes, 15 dos 29 vereadores de Campo Grande foram à solenidade de posse de Alcides Bernal (PP) no começo da tarde desta quinta-feira (27), no Paço Municipal. Na lista dos ausentes, estão parlamentares afastados e outros que, em outros tempos, eram bem próximos do prefeito.

Foram à posse: Flávio César (PTdoB), na condição de presidente da Câmara Municipal; Magali Picarelli (PMDB), a única da bancada do partido; João Rocha (PSDB), Herculano Borges (SD), Chiquinho Telles (PSD), Coringa (PSD), Delei Pinheiro (PSD), Paulo Pedra (PDT), Ayrton Araújo (PT), Thais Helena (PT), Alex (PT), Cazuza (PP), Betinho (PRTB), Luiza Ribeiro (PPS) e José Chadid (sem partido).

Já os ausentes: Mario Cesar (PMDB), afastado na terça-feira (25) da presidência, Cabeludo (PMDB), Carla Stephanini (PMDB), Edil Albuquerque (PMDB), Paulo Siufi (PMDB), Dr. Loester (PMDB), Otávio Trad (PTdoB), Eduardo Romero (PTdoB), Airton Saraiva (DEM), Edson Shimabukuro (PTB), Gilmar da Cruz (PRTB), Carlão (PSB), Chocolate (PP), que no começo da gestão de Bernal era muito próximo do prefeito, e Saci (PRTB).

O discurso desde o anúncio da volta de Bernal, tanto por parte dele quanto de vereadores, é de trégua e paz. Os apoiadores do pepista trabalham para reforçar a base – antes oposição, formada por não mais que seis parlamentares.

A relação conturbada entre Bernal e a Câmara Municipal foi um dos estopins da crise que resultou na cassação dele, em março do ano passado. Pela manhã, o prefeito esteve no legislativo, onde ficou por pelo menos uma hora reunido com os vereadores.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também