Segurança pública em Dourados está um caos

A segurança pública está um caos. Dourados precisa, urgentemente, de mais 250 homens para fazer a segurança da comunidade. A afirmação é do comandante da Polícia Militar em Dourados, tenente-coronel Carlos Silva, que ontem pela manhã se reuniu com vereadores para pedir apoio no pleito junto ao Governo na luta pela melhoria das condições de trabalhos.

Faz-tudo

De acordo com o comandante, Dourados conta com apenas 325 policiais militares, para “fazer de tudo”, desde a atender uma briga de casal a caso de tráfico internacional de drogas.

Defasagem

O comandante disse que estudo da Secretaria de Segurança Pública, de 2012, apontou que Dourados precisaria ter 532 policiais, ou seja, está hoje com uma defasagem absurda. Sem contar que entre 2013 e 2014, o município perdeu 58 policiais, por transferência, aposentadoria, cessão a outros órgãos.

Disparidade

O descaso com Dourados pode ser medido quando, de um grupo de 130 novos policiais em formação, apenas 48 ficarão no município. Fátima do Sul, por exemplo, com população quase dez vezes menor, receberá 25 policiais. Além de Dourados e seus oito distritos, o batalhão local atende os municípios de Caarapó, Itaporã e Douradina, numa população aproximada de 270 mil pessoas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também