Saiba quem são os 15 candidatos à  Prefeitura de Campo Grande

A última foi decisiva para compreender o quadro político em Campo Grande. Isso porque até sexta-feira (5) foram realizadas todas as convenções partidárias e cinco candidatos oficializaram a disputa nos últimos sete dias: Marquinhos Trad (PSD), Pedro Pedrossian Filho (PMB), Marcos Alex (PT), Luiz Pedro Guimarães (PROS) e Alcides Bernal (PP).

PSD
O deputado estadual Marquinhos Trad foi oficializado, na última quinta-feira (4), candidato a prefeito de Campo Grande pelo PSD (Partido Social Democrático). Sua vice será Adriane Lopes, (PTN), esposa do deputado estadual Lídio Lopes. “É mais do que emoção. É o pulsar forte do coração. É um sonho. Uma missão. É um momento que há muitos e muitos anos venho me preparando e que neste instante Deus está fazendo caminhar”, declarou.

O candidato ressaltou que se preparou para este momento por 21 anos, se capacitando, estudando e se qualificando para oferecer um serviço para atingir desde o que está no ventre da mãe e tem direito ao pré-natal, até o que aguarda vaga em corredor de hospital público.

“É possível sim fazer uma política sem mentir para vocês. É possível sim fazer uma política sem falsear com palavra, sem tergiversar com o próximo. Nós podemos e nós faremos. Eu conheço Campo Grande não de avião, não de helicóptero. Conheço Campo Grande porque meus mandatos nunca foram de gabinete. Sempre andei dentro de Campo Grande. Não preciso de GPS no meu carro. Eu conheço as sete regiões, a dificuldade da dona de casa, o dia a dia do trabalhador. Sei sentir o choro de uma criança que não tem comida em um Ceinf. A gente sabe reconhecer a dificuldade de uma mãe e uma avó quando tem que aguardar uma carta de um político para conseguir vaga em um Ceinf. Vai acabar isso em Campo Grande. Precisamos de igualdade, justiça social, inclusão”, garantiu.

Além da chapa majoritária, o PSD oficializou os candidatos a vereador e confirmou aliança com PTB, PMN, PEN, PTdoB e PHS. Na sexta-feira (5), foi confirmado o apoio do DEM e do PRP.

PMB
O PMB oficializou na quinta-feira (4) a candidatura do ex-deputado federal Pedro Pedrossian Filho a prefeito de Campo Grande. Ele disse que sua prioridade é colocar a cidade em "pleno de vapor" novamente, dando ao eleitor voz ativa no poder público. "Teremos novos investimentos, com um grupo preparado para administrar a cidade, dispondo de funcionários competentes que vão tocar os projetos".

PT
O PT confirmou na sexta-feira (5), durante convenção, o vereador Marcos Alex como candidato a prefeito e o presidente estadual do PC do B, Mário Fonseca, como vice.
Durante seu discurso, Marcos Alex enfatizou que o PT tem uma "história de luta" e compromisso social com a população e que já provou com ações, nos lugares onde governou. "Mais importante do que falar é praticar", afirmou.

PROS
O advogado e empresário Luiz Pedro Guimarães (PROS), um dos autores do pedido de cassação contra o prefeito Alcides Bernal (PP), também oficializou sua candidatura na sexta-feira (4), no Clube Ipê. 

Para Guimarães, há um clamor da população por melhorias em todas as áreas, sendo difícil assim, elencar uma prioridade. "Temos em Campo Grande na saúde, transporte coletivo, educação, é difícil priorizar uma só", disse. O advogado se apresenta como um prefeito que irá viabilizar o diálogo entre as instâncias públicas a fim de resolver os problemas de uma cidade hoje parada e com má gestão. Para ele, o novo gestor tem de ser determinado, que impõe o ritmo do trabalho e tenha um bom relacionamento em todas as esferas, desde a Câmara Municipal, Assembleia Legislativa, Governo do Estado, Ministério Público e Judiciário. "O que eu vejo é que faltou relacionamento nestas últimas administrações em Campo Grande. Não foi construído nenhum grande projeto para a cidade", disse.

PP
O prefeito Alcides Bernal (PP) confirmou que irá disputar a reeleição. Durante convenção na sexta-feira (4), ele apresentou seu vice: o promotor de Justiça aposentado e professor universitário Ulisses Duarte, também do PP. Apesar da chapa pura na majoritária, o partido anunciou coligação com o PTC para disputar as vagas da Câmara Municipal.

PPS
O Partido Popular Socialista já havia oficializado a candidatura de Athayde Nery à prefeitura de Campo Grande. “O que valeu aqui foi a votação pela nossa candidatura, nosso projeto de construir uma gestão compartilhada. Não sou candidato à reeleição, quero trabalhar para criar uma gestão diferente. Agora temos tempo de trabalhar, ir atrás de parceiros e quem sabe buscar apoio do PV, PSOL, Rede”, disse em convenção

PSDB
Já pelo PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), a candidatura de Rose Modesto foi no final de julho. Os tucanos vão ter três coligações para vereador, uma com o PR, a segunda com o PSB e PDT, e uma terceira incluindo PRB,  Solidariedade e PSOL. O PDT também consolidou na sexta-feira (4) o apoio a candidatura de Rose e definiu 24 candidatos ao cargo de vereador.

PSC
O Partido Social Cristão (PSC) lançou Coronel Davi como candidato realizou convenção na última segunda-feira (1). O militar disputará a prefeitura ao lado do ex-vereador Renato Gomes (PRP)

PTN
O Partido Trabalhista Nacional )PTN) oficializou Aroldo Abussafi Figueiró como candidato a prefeito de Campo Grande. Membros da legenda realizaram convenção, na noite desta sexta-feira (5). O candidato ao cargo de vice-prefeito é o empresário Tamotsu Mori.? A sigla vai concorrer com chapa pura, sem coligações com outras legendas.?

PV e Rede Sustentabilidade
Os dois partidos estão em fase de articulação de coligação para a prefeitura de Campo Grande. 

O partido Rede Sustentabilidade na sua primeira eleição em Campo Grande, decidiu na última quarta-feira (3), durante sua convenção, lançar o nome do advogado e empresário Roberto Oshiro como candidato à prefeito. 

Já o Partido Verde (PV) colocou o ex-vereador Marcelo Bluma como possível candidato. Na tarde de ontem, porém, os dois partidos se reuniram para debater uma aliança e Robero Oshiro abriu mão da disputa e será candidato a vice-prefeito na chapa de Marcelo Bluma.

PSTU
O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) oficializou Suél Ferranti como candidato a prefeito de Campo Grande e Adrielle Paula como vice-prefeita na chapa da sigla. O partido vai concorrer com chapa pura, sem fazer coligações com outras siglas?.

PSOL
O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) lançou Rosana Santos de Oliveira como candidata à prefeitura e Henrique nascimento da Silva como vice-prefeito. O partido vai concorrer com chapa pura, sem fazer coligações com outras siglas, e terá 12 candidatos a vereador.

PRTB
Entre os "nanicos", o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) lançou o empresário Adalton Garcia e como vice Helton Cooper. O partido terá chapa majoritária sem coligação e a chapa proporcional irá contar com três candidatos a vereador. 

PSDC
O Partido Social Democrata Cristão (PSDC) lançou o seu presidente estadual, Elizeu Amarilha, como candidato a prefeito de Campo Grande. Sem coligação com outras legendas, o partido também lançou o administrador de empresa, Márcio Marques Mattos como candidato a vice.

PCO
Alexsandro Arce Durand (PCO) 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também