Reinaldo reforça discurso de mudança e enumera problemas que promete resolver

O governador eleito de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), reforçou o discurso de mudança durante cerimônia de diplomação, na noite desta segunda-feira (15), no Palácio Popular da Cultura, em Campo Grande. Reafirmou promessas de campanha e disse que não vai atrapalhar quem produz.

Ao ser chamado a discursar, o tucano foi aplaudido de pé pelo público – o auditório, com 1.049 lugares – estava lotado. Exceto pela bancada petista – o PT perdeu a disputa ao governo para o PSDB.

“Não vamos mudar sobre os significados que deram força à onda da mudança”, começou o governador eleito, dizendo que este trabalho vai começar com o modelo de governo. “Não vamos atrapalhar quem produz e vamos transformar os impostos em benefícios para quem os paga”, continuou.

Reinaldo voltou a falar que ampliará o investimento em saúde pública. “Não assistiremos às fronteiras desguarnecidas e o governo não vai ignorar a violência crescente e uma segurança subdimensionada”, complementou.

Ainda durante o discurso, Reinaldo falou em tom de crítica ao atual governo, comandado por André Puccinelli (PMDB). “Não vamos dar continuidade ao Estado que tem rodovias precárias, ferrovias abandonadas, hidrovias que não levam nada a lugar algum”.

Em seguida, justificou a escolha da vice, Professora Rose, à chefia da pasta de Assistência Social – que terá, também, a nomenclatura de Direitos Humanos. “Vamos dar um olhar especial e diferenciado às políticas sociais”, indicou Reinaldo.

Em seguida, reclamou do arcabouço administrativo atual. “É hora de gastar menos com estrutura de governo, que produz gigantismo e burocracia, para investir mais nas pessoas; teremos um governo mais austero e enxuto; não é porque estamos no campo público que as respostas devem ser demoradas e ruins”, discursou.

Por fim, Reinaldo falou em maior participação popular no governo, estabelecendo um “novo diálogo” com a população. “Vamos juntos começar a escrever novas páginas da nossa história”, finalizou o governador eleito, após cinco minutos de discurso.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também