Reinaldo libera recursos e assegura repasse antecipado para Carnaval

O governador Reinaldo Azambuja participou na tarde desta terça-feira (3) da assinatura de convênios de repasse de recursos para o carnaval de 2015. No total, foram liberados R$ 545 mil em repasses de recursos próprios às entidades que realizam o carnaval em Campo Grande, Corumbá, Ladário, Aquidauana e Anastácio.
Reinaldo destacou que um dos compromissos do governo é de assinar os convênios para os próximos carnavais no segundo semestre de cada ano, “é um compromisso nosso de que para os próximos anos nós vamos assinar os convênios liberando recursos no segundo semestre, melhorando o planejamento para o carnaval das escolas e blocos”, disse o governador.
Reinaldo afirmou ainda que uma das metas de sua gestão é resgatar o carnaval no estado, pois segundo ele, o carnaval é um movimento cultural e tradicional em Mato Grosso do Sul. “Temos que garantir o resgate do carnaval em nosso estado, pois estamos vendo essa festa acabar em vários municípios onde a festa de carnaval era uma tradição”, afirmou.
Para o secretário de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Athayde Nery, o governo fez um grande esforço para assegurar o repasse de verbas às escolas e aos blocos carnavalescos, garantindo assim a realização de um grande carnaval em 2015, “o carnaval é uma festa que crianças, jovens, adultos e idosos se divertem, e isso não pode deixar de acontecer”, afirmou o secretário.
De acordo com o presidente da Liga das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco), Waldir Padilha, esse repasse do governo do estado vai garantir um reforço para a realização do carnaval das escolas de samba de Corumbá. “Vamos fazer um grande carnaval, cheios de alegria e amor pelo samba”, disse.

 
Abaixo, segue a relação do valor repassado pelo governo de Mato Grosso do Sul, através de convênio, a cada liga de escola de samba e bloco de carnaval:
– Liga das Escolas de Samba de Campo Grande (Lienca) – R$ 180 mil;
– Associação dos Blocos, Bandas, Cordões e Corso Carnavalesco e Cultural – R$ 40 mil;
– Liga Independente das Escolas de Samba de Aquidauana e Anastácio – R$ 50 mil;
– Liga das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco) – R$ 180 mil;
– Liga Independente dos Blocos Carnavalescos de Corumbá (LIBLOCC) – R$ 50 mil;
– Liga das Escolas de Samba, Cordões e Blocos Carnavalescos de Ladário – R$ 50 mil.
 (Texto de Leandro Silva, da Subsecretaria de Comunicação, e Luciana Brasil, da assessoria de imprensa da Casa Civil)
 
O diretor da Associação dos Blocos, Bandas, Cordões e Corsos Carnavalescos e Cultural de Campo Grande (Ablanc), José Carlos Guedes, afirmou que cada um dos blocos receberá, em média, R$ 2 mil que serão usados em diversas demandas. “Sem essa ajuda a maioria não poderia participar”.
Na Capital, são 22 blocos de rua, segundo Guedes, além dos independentes, alguns com até 600 componentes. No dia 14 e 15 de fevereiro os blocos desfilam no Armazém Cultural. Sábado será dia dos blocos de embalo (com bateria) e no domingo serão os blocos de empolgação (com instrumentos de sopro).

Em Corumbá, onde acontece a maior festa do Estado, as escolas de samba vão receber R$180 mil que será dividido entre as 10 escolas que participam do Carnaval, cinco do Grupo de Acesso e outras cinco do Grupo Especial.
“É uma ajuda muito boa, mas ainda é pouco pelo tamanho do trabalho”, afirmou o conselheiro da Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco), Marcelo Toledo. O desfile das escolas acontece nos dias 15 e 16 de fevereiro.
Já os 11 blocos associados à Liga Independente dos Blocos Carnavalescos de Corumbá (LIBLOCC) serão repassados R$ 50 mil que, conforme o presidente da Associação, Catarino de Oliveira.

Estiveram presentes na assinatura do convênio o secretário de Estado e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, o secretário de Cultura, Turismo e Empreendorismo, Athayde Nery, o secretário de Administração, Carlos Alberto de Assis, o diretor presidente da Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e Televisão Educativa (Fertel), Bosco Martins, diretor presidente da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect), Marcelo Turine, além do secretário da Fundação de Turismo Fundtur, Nelson Cintra.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também