Reforma de Centro Oncológico ampliará leitos de UTI Adulto no Hospital Regional

A reforma do Centro de Tratamento Onco Hematológico Infantil (CETOHI) do Hospital Regional (HR) garantirá a abertura de 19 novos leitos de UTI Adulto em um dos maiores hospitais de Mato Grosso do Sul. O anúncio foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja durante visita na tarde desta segunda-feira (12) ao hospital. Com os novos leitos, a estimativa é de que os números de UTI adulto aumentem, passando para 36 leitos.

Ao visitar os setores do hospital, o governador Reinaldo Azambuja verificou as condições do CETOHI, localizado no 8º andar, que está interditado desde dezembro. A interdição ocorreu após as fortes chuvas danificarem o telhado do setor provocando graves infiltrações nas estruturas do setor. Para o governo a reforma e liberação dos leitos do CETOHI é uma prioridade para o planejamento e disponibilidade de novos leitos de UTI para atendimento à população.

“Já solicitamos a urgência para a recuperação do oitavo andar. O secretário de saúde e o diretor do Hospital Regional já estão empenhados para a liberação do setor de oncologia infantil. Com a liberação, poderemos avançar na questão de abertura de leitos em curto prazo para a população. A estimativa é de que com a reabertura do Cetohi, recuperaremos de 20 a 25 leitos. Dando condições imediatas de liberar mais 10 leitos de UTI adulto e mais nove novos leitos em aproximadamente 90 a 120 dias, dobrando desta forma a capacidade de leitos do Hospital Regional, chegando a 36 leitos de UTI adulto”, destacou Reinaldo.

O governador também reforçou o empenho do Governo do Estado em atender a população através da implantação dos mutirões de saúde. De acordo com Reinaldo, a abertura de leitos e a ampliação de atendimentos será a prioridade das ações, através das visitas aos municípios verificando a necessidade de cada região.

Para o diretor-presidente do HRMS, Justiniano Barbosa Vavas, a prioridade em disponibilizar leitos para a população é um das mais importantes ações do Governo do Estado em trazer solução ao problema das grandes demandas direcionadas à Terapia Intensiva.

“Trata-se de uma grande resolutividade para o atual gargalo em que se encontram os atendimentos de Terapia Intensiva em Mato Grosso do Sul. À curto prazo, já temos a estimativa da disponibilidade de 10 leitos de Terapia Intensiva e mais nove leitos em um prazo maior, já que depende de reformas no Centro de Tratamento Intensivo Pediátrico. É fundamental esta atenção, principalmente pela importância da Terapia Intensiva tem em dar suporte ao atendimentos de trauma, considerado o maior flagelo do cenário da saúde”, afirmou o diretor.

O Hospital Regional de Mato Grosso do Sul possui um total de 320 leitos 100% SUS para atendimentos de especialidades como: Cirúrgica, Clínica, Obstetrícia e Pediatria, e mais um Pronto Atendimento Médico (PAM), com 77 leitos de observação, o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul é referência em atendimentos e compõe a rede atendimentos hospitalar da Macrorregião de Campo Grande.
 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia Também